Maserati Ghibli cai nas garras da Mansory

Esta é a visão da Mansory para o Maserati Ghibli: como sempre, potência é a palavra imperativa.

Desta vez a empresa de modificação de carros de luxo, supercarros e motas, foi mais subtil nas alterações estéticas do Maserati Ghibli, tornando este um kit mais apelativo para quem aprecia a potência mas franze o sobrolho a kits estéticos muito exagerados. Os spoilers e a frente do carro fabricados em fibra de carbono são de origem, mas as entradas de ar mais arrojadas são opcionais.

Ainda a nível exterior, o Mansory Ghibli vem acompanhado de jantes de 22″ (a Mansory tem também disponíveis jantes de 20 e 21 polegadas) que demonstram o cuidado dos detalhes em vermelho presente nas pinças dos travões. A calçar as jantes de 22 polegadas estão uns “sapatos de alta performance” da Vredestein – 255/30 à frente e 295/25 atrás. Apesar de não terem sido publicadas imagens do interior foram feitas alterações: volante desportivo, pedais em alumínio, detalhes em carbono e uso abundante de peles personalizadas.

RELACIONADO: Mansory ataca o Mercedes-Benz S63 AMG Coupé

Quanto a motorizações, a Mansory usou os motores disponíveis na versão desportiva do Maserati Ghibli e fez «a sua magia». Os modelos standard do Ghibli S ganham a corrida os 0-100km/h em apenas 5 segundos e atigem os 285km/h de velocidade máxima. Os valores alteram-se para a versão a gasóleo que é mais “preguiçosa”: 6.3 segundos dos 0-100km/h e 250km/h de velocidade máxima.

O motor V6 de 3 litros a gasolina sofreu um upgrade dos 410cv e 550Nm originais para 480 cv e 640Nm. A motorização diesel também recebeu um boost de 275cv para 310cv e de 600Nm para 680Nm. Ainda não há testes de performance para a comparação de tempos, mas a diferença será, naturalmente, significativa.

Maserati Ghibli Mansory 2

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter