E se o próximo Dodge Viper fosse concorrente do BMW M5?

O Dodge Viper é um dos desportivos americanos mais acarinhados no mundo. Um nome demasiado sonante para morrer em 2017.

Ok. Nós até entendemos que a atual geração do Viper está a vender pouco e que a sua produção tenha de ser suspensa em 2017 devido ao seu fraco desempenho comercial – muito por culpa da marca, diga-se de passagem!, que desde o seu lançamento, nunca mais o actualizou nem quis saber dele. Não há milagres, não é FCA?

Posto isto, coloca-se a questão: deve o Grupo FCA deixar morrer o Dodge Viper? Nós que somos pelos automóveis respondemos “não”. Theophilus Chin, conhecido designer digital, alinha connosco e oferece-nos um vislumbre das formas que a próxima geração do Dodge Viper podia assumir. Ao invés do formato supercarro, o próximo Dodge Viper podia reinventar-se num formato mais comercial, um coupé ou uma berlina coupé. Oferecendo porém a mesma filosofia: potência, binário e um design avassalador. America F*ck yeah!

RELACIONADO: Os 15 carros mais feios de sempre

Uma espécie de versão coupé, um pouco mais pacifica do que o Charger Hellcat, a berlina mais potente do mundo. Seria interessante que a FCA repensasse o Viper como um produto do século XXI, capaz de competir, por exemplo, com o BMW M5 ou com as propostas da Mercedes-AMG.

Sonhar não custa, ainda que fosse uma transformação demasiado radical. Talvez demais até…

22318697036_20025e485d_b

Imagens: Theophilus Chin

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias