Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Citroën abandona as suspensões hidropneumáticas e promete nova tecnologia

A Citroën anunciou que vai abandonar as suspensões hidropneumáticas em detrimento de uma nova tecnologia mais avançada.

A CEO da Citroën, Linda Jackson, anunciou que a marca vai abandonar as suspensões hidropneumáticas. Segundo esta responsável, a marca está a trabalhar numa nova tecnologia de suspensões revolucionárias que será lançada em 2017.

Para já ainda não há detalhes sobre o funcionamento desta nova tecnologia, mas segundo Citroën, esta nova arquitectura irá replicar as qualidades da tecnologia Hydractive 3+ sem comprometer a dinâmica.

RELACIONADO: Cactus M: a Citroën quer o retro para o futuro e vai inspirar-se aqui

Uma notícia que deixará os adeptos da marca francesa algo tristes, visto que esta tecnologia acompanha a Citroën há várias décadas. Recordamos que as suspensões hidropneumáticas foram implementadas pela primeira vez no histórico Citroën Traction Avant, no ano de 1954.

Para além deste anúncio, Linda Jackson disse ainda que a Citroën pretende reduzir para metade a gama de modelos à venda (de 14 para 7) e apostar num design mais vanguardista. Mudanças que a marca francesa espera que se traduzam num aumento das vendas de 15% até 2020, um número ambicioso que se traduz em cerca de 1.6 milhões de carros por ano.

citroen-xm-review_9

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias