Volvo revela a sua estratégia mundial para a eletrificação

A Volvo anunciou a introdução de híbridos plug-in em todos os futuros modelos da sua gama. Até 2019, a marca sueca vai desenvolver uma gama de automóveis mais pequenos e 100% elétricos, sendo a data precisa do seu lançamento ainda desconhecida.

O processo de eletrificação, com base na nova plataforma SPA (Scalable Product Architecture), já começou no lançamento do mais recente XC90 e continuará para o novo Volvo S90, carrinha V90 e outros modelos posteriormente lançados.

O Volvo XC90 ao usar o motor T8 Twin, faz dele o SUV de 7 lugares com mais potência do mercado (407cv), assim como o menos poluente (49g/km de CO2) com consumos na casa dos 2.1l/100km e a capacidade de alcançar os 0-100km/h em apenas 5.6 segundos.

A Volvo está confiante que dentro de dois anos, os elétricos correspondam a 10% das suas vendas. A marca sueca acredita que os automóveis com o novo sistema plug-in hybrid oferecem aos condutores a melhor combinação de eficiência, autonomia e conveniência. “A tecnologia das baterias melhorou, os custos estão a diminuir e a aceitação do público em relação à energia elétrica já não é uma questão”, afirma Peter Mertens Senior, Vice-Presidente da investigação e desenvolvimento.

RELACIONADO: XC90 é o automóvel mais seguro do mundo na categoria “Safety Assist”

Mertens reconheceu também que “aprendemos muito sobre como as pessoas usam os automóveis com eletrificação graças à nossa oferta atual. A nossa pesquisa mostrou que as pessoas estão a conduzir os nossos automóveis Twin Engine em modo 100% elétrico, cerca de 50% do tempo, mostrando assim que os híbridos plug-in já oferecem uma alternativa real aos motores convencionais”.

Fonte: Volvo

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias