O Porsche Cayman Black Edition foi vestido para impressionar

Já todos sabemos que é díficil resistir a uma mulher bonita num vestido preto. Mas impossível mesmo é resistir à Black Edition do Porsche Cayman.

Acham que podemos esperar sedução de um automóvel desportivo? Obrigatoriamente, dizemos nós. Com os modelos Black Edition, a classe e a elegância ficaram ainda mais sublinhadas nas linhas do Cayman. Com um equipamento de qualidade superior e com a única performance que se pode esperar de um Porsche, surge um estilo que não deixa margem para dúvidas. Aqui o diabo não veste Prada, veste Preto.

A Porsche deu ao Cayman algo que, mais uma vez, reforça o fascínio pelo automóvel desportivo, algo de que não abrirás mão tão depressa. Para além do poder sumptuoso do preto, o equipamento de série é quem marca a diferença. Cada modelo Black Edition inclui o Porsche Communication Management (PCM) com módulo de navegação, retrovisores com anti-encadeamento automático, sensor de chuva, cruise control, ParkAssist à frente e atrás e o volante Sport Design com pega “viciante”.

RELACIONADO: Este Porsche 930 Turbo não é como os outros

O som do motor Boxer anda de mãos dadas com o que o Cayman Black Edition exubera pelo 2.7 litros com 275 cv (202 kW). O resto resume-se ao equipamento de série que a mais não é obrigado, como os faróis bi-xénon com Porsche Dynamic Light System (PDLS) e as jantes de 20 polegadas Carrera Classic.

Em Portugal as vendas do Cayman Black Edition tiveram início no dia 2 de outubro. Esta série especial já se encontra disponível também no Boxster e no 911 (com tração traseira e tração às quatro rodas nas versões Coupé e Cabriolet). Agora é como ter que escolher entre três mulheres bonitas de vestido preto…Good luck with that!

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias