BMW M4 GTS: de Munique até ao Salão de Tóquio

O BMW M4 GTS saiu de Munique com destino ao Salão de Tóquio. Para o BMW mais rápido de sempre foi chegar, ver e vencer. Quem viu ficou de olhos em bico…

No BMW M4 GTS todos os detalhes estão em sintonia com o peso das siglas que o seu nome ostenta: difusor dianteiro ajustável, capot redesenhado, asa traseira, difusor traseira e porta da bagageira fabricados em fibra de carbono e por fim, sistema de escape em titânio.

Para colar o BMW M4 GTS ao asfalto, a marca sediada em Munique recorreu as préstimos dos pegajosos Michelin Pilot Sport Cup 2. já na traseira, para assinalar as travagens avassaladoras, nada melhor do que umas luzes com tecnologia OLED. No que ao interior diz respeito, o volante e os acentos são forrados a pele e alcântara, e os cintos de segurança inspiram-se nos modelos de competição. Roll bar? Check. Ready to race!

BMW-M4-GTS-14

A NÃO PERDER: Outono, a estação preferida dos petrolheads

Quisemos deixar o melhor para o fim. O motor 3.o litros TwinPower Turbo deste míssil alemão recorre à tecnologia de injeção de água e produz uns vertigionosos 500cv de potência máxima coadjuvados por uns igualmente expressivos 600Nm de binário.

Acoplado a uma caixa de sete velocidades M Double Clutch Transmission (M DCT), o M4 GTS cumpre o sprint dos 0-100km/h em apenas 3.8 segundos antes de atingir a velocidade máxima de 305km/h. Cifras suficientes para elevarem o BMW M4 GTS ao estatuto de BMW mais rápido de sempre.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias