Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Matthias Müller: de ‘torneiro mecânico’ a CEO do grupo VW

Após o escândalo Volskwagen, o futuro de Martin Winterkorn à frente dos destinos do Grupo Volkswagen é incerto. Já se murmura o nome de Matthias Müller, atual CEO da Porsche, para o substituir.

O forte candidato tem atualmente 62 anos e o seu percurso profissional mostrou-se desde cedo bastante promissor. Deu início à sua carreira em funções muito práticas, na seção de ferramentas e junto de torneiros mecânicos, na Audi em 1977, mas depressa alcançou lugares de destauqe dentro do grupo. Formou-se em Ciências da Computação e, em 1984, regressou à Audi em busca de mais mérito, conseguindo a promoção para posições de gerência no departamento de TI, e desde aí que a progressão na sua carreira foi feita a uma velocidade astronómica.

Em 1994, Matthias Müller foi nomeado gestor de produto do Audi A3 e em 2002 já controlava todas as linhas de produtos das marcas do grupo VW: foi nomeado coordenador da Audi e Lamborghini, e mais tarde Chefe de Estratégia de produto na VW, cargo que lhe foi atribuído por Winterkorn, após ter sido nomeado CEO da corporação alemã. Parece que os papéis estão prestes a serem invertidos…

Em 2010 foi nomeado CEO da Porsche, funções de alta relevância, que ainda assim não o impediram de chamar a si a responsabilidade direta pelo departamento de informática da Porsche. O seu cargo executivo na marca sediada em Estugarda, abriu-lhe inclusive caminho para ser membro do Conselho de Administração da Volkswagen, em 2015. Parece que Müller tem mesmo o segredo para o sucesso, prova disso é a possível nomeação para CEO do maior fabricante de automóveis da Europa. De torneiro mecânico a CEO da Volkswagen.

Não deixes de nos seguir no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias