A despedida de Jeremy Clarkson ao circuito do Top Gear

Jeremy Clarkson queria que a sua última volta à pista de testes do programa Top Gear fosse inesquecível. Terá sido certamente.

Há uns dias atrás, Jeremy Clarkson perguntou aos seus seguidores no Twitter qual era o carro que devia escolher para um ‘último tango’ na pista de testes do Top Gear: Ferrari 488 GTB, Mercedes-AMG GT S ou Ferrari LaFerrari? Mais de mil utilizadores daquele rede social responderam, mas Jeremy Clarkson já devia ter feito a sua escolha.

Dos três desportivos disponíveis, o contemplado acabou por ser o Ferrari LaFerrari. Antes de começar as voltas, Clarkson deixou escapar o lamento de nunca ter tido oportunidade de confrontar o McLaren P1, com o Porsche 918 Spyder e o Ferrari LaFerrari em pista.

ferrari-488-clarkson

Sem essa oportunidade, aproveitou para tecer algumas considerações sobre os carros disponíveis. Sobre o 488 GTB disse tratar-se de um “458 melhorado em todos os sentidos”. Sobre o Mercedes-AMG GT S aproveitou para fazer uma piada “é um carro que vai bem comigo. Um motor potente na frente, a caixa de velocidades na traseira e um símio ao volante gritando POWER!”.

O melhor ficou para o fim, o LaFerrari. O “híbrido do milhão de libras” foi como Clarkson o apelidou. Um exemplar que foi cedido pelo seu amigo Nick Mason, baterista dos Pink Floyd.

Esta despedida à pista de testes do Top Gear foi realizada no âmbito da organização ‘The Roundhouse in Camdon’, uma instituição com fins sociais que se dedica a preparar jovens dos 11 aos 25 anos para o mundo do espetáculo. O melhor professor estava dentro do carro…

Fonte: Caranddriver

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos