SCG 003: o virar de página de Glickenhaus

O SCG 003 é devidamente denominado ao ser o terceiro projecto de James Glickenhaus, e ao contrário dos seus dois projectos anteriores, que derivam de uma base Ferrari, o SCG 003 será o primeiro projecto de raíz deste investidor e coleccionador americano

Podem não estar familiarizados com o nome, mas certamente deverão reconhecer o exclusivo Ferrari de James Glickenhaus (na imagem abaixo). O P4/5, desenhado nos ateliers de Pininfarina pelo designer Jason Castriota, é uma homenagem aos modelos da série P (Sport Protótipos) dos anos 60 que competiram nas mais diversas provas e campeonatos de resistência.

VEJAM TAMBÉM: Próximo BMW X3 terá versão M com 422cv

Visualmente, quase o podemos considerar herdeiro directo do belíssimo P3/4, exemplar que o Sr. Glickenhaus igualmente possui na sua garagem. Apresentado em 2006, por debaixo da sua estilizada pele encontramos um Ferrari Enzo, que forneceu chassis e o fantástico V12. Dada a especificidade e exclusividade do projecto, este separou o sr. Glickenhaus de 4 milhões de dólares (mais ou menos 3 milhões de euros ao câmbio actual). Um investimento que terá valido a pena, olhando para o resultado final.

Glickenhaus-Ferrari-P4-5

Mas não foi impedimento para um segundo protótipo ser encomendado em 2009 com o objectivo de competir em provas de resistência. Só veríamos o P4/5 Competizione em circuito em 2011, e ao contrário do P4/5, para conseguir ficar integrado na classe GT2, a SCG (Scuderia Cameron-Glickenhaus) recorreu, em alternativa, a dois Ferrari 430, um GT2 e um Scuderia. O estilo imitava o P4/5 original, mas as dimensões e proporções eram bastante mais compactas devido à distinta base.

A NÃO PERDER: Sabine Schmitz «humilha» vários pilotos em Nürburgring

Participou com sucesso nas 24h de Nürburgring, conseguindo a vitória na sua classe em 2012, já numa evolução do P4/5 Competizione, denominada M (Modificata), que recorria aos préstimos de V8 de 4 litros associado a um sistema KERS, semelhante ao que era utilizado pelos Fórmula 1 da altura.

Glickenhaus-Ferrari-P4-5-c

A génese do SCG 003
Foi esta tecnologia que despoletou o interesse do Sr. Glickenhaus para o seu próximo projecto. O P4/5 Competizione, graças à adição do KERS, permitiu retirar 15 segundos por volta em Nürburgring. O anúncio de que estava para chegar uma nova geração de hiperdesportivos, com recurso a esta tecnologia, era sinónimo de entusiasmo, pois poderia significar uma nova etapa e concorrência nos circuitos.

Mas nada disso aconteceu. La Ferrari, Porsche 918 e McLaren P1, segundo o próprio, tornaram-se monstros de 1000cv, ao recorrerem à complexa e onerosa tecnologia KERS. Monstros que nunca verdadeiramente competirão.

A DAR QUE FALAR: A Pirelli quer jantes de 18 polegadas na Fórmula 1

Esta constatação levou a uma reflexão do caminho a seguir no futuro, com a solução a estar… no passado. O inspirador P3/4 pesava apenas 816kg para 430cv de potência. O seu único Dino Competizione pesa apenas 590kg e debita pouco mais de 230cv, não diminuindo em nada no capítulo da condução relativamente a máquinas mais recentes.

Menos é mais! Mais simples, mais leve, mais pequeno são indicadores do quanto os actuais hiperdesportivos seguem na direcção contrária. Opinião semelhante à recentemente proferida por Gordon Murray, o pai do McLaren F1, que também deseja colocar mais um super ou hiperdesportivo na rua, um verdadeiro sucessor para do Mclaren F1.

sgc003_5

O SCG 003 basear-se-á nessas premissas. Será o primeiro modelo da SCG que partirá de uma folha em branco. Deverá apresentar uma relação peso potência semelhante à do P3/4 (aproximadamente 2kg/cv), e é de esperar uma integração das 3 asas que possuirá na carroçaria, semelhante à que encontramos na asa traseira do Porsche 959, sendo o número de asas mais uma das justificações para o nomenclatura 003.

NOVA RUBRICA MERCADO: As empresas estão a comprar carros. Mas quantos?

As dimensões serão semelhantes às do seu Dino, ou seja, compactas. Como dá para ver nas imagens, toda a estrutura será essencialmente em fibra de carbono o que deverá ajudar à conquista de um peso baixo, com as previsões a apontarem para menos de 1100kg para a versão de estrada. No que toca ao propulsor, poderão ser vários. Desde um V6 sobrealimentado até a um V8 Twin Turbo, dependerá apenas e só do cliente.

sgc003_6

A ser apresentado no Salão de Genebra em 2015, deverá participar poucos meses depois nas 24h de Nürburgring, com a possibilidade de haver 2 carros presentes. Dada a limitada capacidade produtiva da SCG, o SCG 003 deverá ser bastante exclusivo, com a produção possível de uma única unidade por mês, nunca por menos dos 2 milhões de euros já anunciados para preço base.

As versões de estrada deverão ser bastante personalizadas, indo de encontro aos gostos mais peculiares dos seus potenciais clientes.

James Glickenhaus pretende, com as vendas, conseguir a homologação necessária para poder participar em provas como as 24H de Le Mans e Daytona, na classe GTLM. Os dois filmes abaixo permitem perceber o percurso da SCG e o levantar do véu do novo SCG 003.


Mais artigos em Notícias

Os mais vistos