Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

O Aston Martin V12 Vantage S Roadster é um hino aos descapotáveis

A Aston Martin decidiu que a versão mais musculada do Vantage merecia perder o tejadilho. O resultado é uma elegante forma de andar de cabelos ao vento…e depressa.

O Vantage sempre foi considerado o “baby Aston”, até que em 2013, num devaneio de insanidade, a marca decidiu colocar um colossal motor V12 debaixo do pequeno capô do até então modelo de entrada da marca.

VEJAM TAMBÉM: O Ferrari LaFerrari XX é tão potente que nem a suspensão aguenta!

Desde esse dia que o Aston Martin V12 Vantage S tem sido aclamado como um dos modelos mais dinâmicos da marca, provavelmente, fruto do menor peso e menor distância entre eixos relativamente ao seu irmão mais velho equipado com um bloco semelhante, o DB9.

Sejamos honestos: se o objetivo é fazer tempos de volta mais rápidos, não queremos um Aston Martin, o que queremos é um Ferrari 458 Speciale ou um Mclaren 650s. O Aston Martin V12 Vantage S é um automóvel desenhado para cavalheiros apressados.

O Aston Martin V12 Vantage S surge como o descapotável mais dinâmico de sempre da casa britânica, ainda assim, nota-se que os reforços estruturais não ficaram esquecidos e acusaram na balança: mais 80kg é o preço a pagar por não ter um tejadilho a separar-nos da orquestra que é tocada pelo sistema de escape. Mas não é caso para ficarmos preocupados, a performance está assegurada com 573cv de potência às 6750rpm.

Aston Martin Vantage V12 S Roadster (10)

Toda a potência produzida pelo bloco AM28 do Aston Martin V12 Vantage S Roadster é passada, como não poderia deixar de ser, para as rodas traseiras através de uma caixa de 7 velocidades Sportshift III, desenvolvida durante as provas de resistência, para garantir passagens de velocidade rápidas e precisas. A velocidade máxima anunciada é de 323 km/h enquanto que o binário anunciado de 620 Nm contribui para que o sprint até aos 100 km/h dure apenas 3,9 segundos.

A NÃO PERDER: Cultura JDM, foi aqui que nasceu o culto pelo Civic.

Os elementos estéticos deste Aston Martin V12 Vantage S são semelhantes aos que se encontram na versão coupé, como é o caso do capô, com as devidas saídas de ar de forma a garantir que o bloco é arrefecido mais eficazmente. Atrás encontramos uma tampa da mala alongada que dá um soberbo aspecto de “flecha” ao conjunto. Detalhes em carbono são abundantes quer no exterior, por exemplo na grelha frontal, quer no interior, por exemplo nas patilhas da caixa de velocidades.

Aston Martin Vantage V12 S Roadster (14)

No interior não há grandes surpresas: a nobreza de materiais é típica da Aston Martin, assim como a preocupação quase obsessiva com o detalhe. Claro que para o mais exigente cliente a marca disponibiliza ainda mais opções de personalização através do programa Q By Aston Martin.

A DAR QUE FALAR: O Mazda RX-9 pode vir aí com 450cv e turbo

Opinião

Bem sabemos que a nível dinâmico, as versões descapotáveis tendem a ser menos capazes do que as versões coupé. A questão que surge é: será que vale a pena? Bem, na nossa opinião, e tendo em conta o carácter de Grand Tourer de luxo que identifica a marca, vale cada um dos 80 kg a mais. Sejamos honestos: se o objetivo é fazer tempos de volta mais rápidos, não queremos um Aston Martin, o que queremos é um 458 Speciale ou um 650s. O Aston Martin V12 Vantage S, esse, é um automóvel desenhado para cavalheiros apressados.

Imagens e vídeo: Aston Martin

Mais artigos em Notícias