Benedetto Bufalino, o artista com um Ferrari de cartão!

Tal como muitos de nós, Benedetto Bufalino, também anseia ser proprietário de um Ferrari, mas na ausência de recursos para tal, nada melhor do que puxar pela criatividade.

Primeiro que tudo, as introduções: Benedetto Bufalino é um artista, com alguns trabalhos de relevo espalhados pela Europa. O artista francês, natural de Paris, é conhecido pelos seus trabalhos excêntricos.

benedetto-bufalino-transforms-an-old-car-into-a-cardboard-ferrari-designboom-21

O seu currículo conta com diversas obras de arte. Entre elas temos a cabine telefónica aquário, a caravana no topo da árvore, o carro da polícia que é um galinheiro, a mesa de picnic gigante, o Fiat Seicento grelhador e por último, vários trabalhos que misturam luzes com cores numa profusão de temas clássicos. Nestes últimos trabalhos temos o exemplo dos jogos de arcada, como o Pacman.

Com uma vida modesta, dono de um carro que está longe de ser uma referência em performance, a não ser pelos consumos excecionais, Benedetto possui um Aixam City S, com o seu pequeno motor diesel de 400cc e 5,4 cavalos.

aixam city s

Mas como a determinação e o desejo movem montanhas, Benedetto sem dinheiro para um legítimo Ferrari, decidiu criar o seu próprio modelo Ferrari em cartão, fita cola e 2 ponteiras revestidas a folha de alumínio.

O resultado é um modelo à escala, que encaixa perfeitamente em cima do seu Aixam City S. A recriação de Benedetto, vai buscar inspiração a vários modelos da Ferrari, com as entradas de ar laterais a fazer lembrar o Ferrari Testarrosa. Benedetto estendeu mais detalhes do seu rendering, com o óculo traseiro e aleiron inspirados no mítico F40, enquanto que, a frente e a traseira vão beber a estética do Ferrari 348 GTS.

Um mesclado de estéticas provenientes da casa de Maranello, que resultam numa combinação insólita feita de cartão.

benedetto-bufalino-transforms-an-old-car-into-a-cardboard-ferrari-designboom-22

O esforço de Benedetto é no mínimo louvável, pois aqui está um bom exemplo de reciclagem de materiais. Do ponto de vista legal, Benedetto, ao arriscar-se nas ruas Parisienses com o arrojado modelo, é capaz de ter alguns problemas com as autoridades locais.

Nada que o impeça de orgulhosamente passear pelas ruas de Paris, na sua mais recente criação artística:

Os mais vistos