Porsche suspende entregas do 911 GT3 após incêndio em cinco unidades

A Porsche pôs um travão na entrega do novo 911 (991) GT3 devido ao facto de cinco unidades deste modelo terem incendiado, durante as últimas semanas.

Após ter sido apresentado na última edição do Salão de Genebra, muitos têm sido os elogios dirigidos ao Porsche 911 GT3. Uma máquina que tem como “habitat natural” a pista. Ambiente onde o seu motor 3.8 de 475 CV é capaz de uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em apenas 3.5 segundos. Trata-se, portanto, de uma autêntica máquina “infernal”. Infelizmente parece que a expressão infernal se tornou demasiado literal, quando cinco unidades desta versão do aclamado desportivo de Estugarda se incendiaram devido a causas ainda desconhecidas.

Incidente na Suíça travou entregas

O último incidente deu-se em St. Gallen, Wilerstrasse, na Suíça. O proprietário começou por ouvir barulhos anormais provenientes da zona do motor. De seguida, e após ter parado o carro já fora da auto-estrada onde seguia, reparou numa fuga de óleo à qual se seguiu de uma nuvem de fumo, o que posteriormente resultou no começo de um fogo. Quando os bombeiros chegaram ao local, já não havia qualquer salvação possível para agora “esturricado”, Porsche 911 GT3.

Porsche 911 GT3 2

Este foi um dos cinco exemplares que encontram nas chamas o seu prematuro fim. À semelhança de outro incêndio que teve lugar em Itália, o proprietário de um Porsche 911 GT3 começou por reparar na baixa pressão do óleo, que acabou por resultar também no começo de um fogo, na zona do motor. Confessamos que nos custa menos ver incêndios deste género.

A Porsche já está a investigar as causas destes incidentes. Qual será a origem do problema? Deixem-nos a vossa opinião aqui e nas nossas redes sociais.

Mais artigos em Notícias