Novo Peugeot 108: Mais um citadino para a «guerra» urbana

A marca francesa vai apresentar no Salão de Genebra o novo Peugeot 108. Um citadino nesta segunda geração, irá continuar a partilhar a plataforma com o Citroen C1 e Toyota Aygo.

A guerra no segmento dos citadinos está instalada. A Peugeot responde à apresentação do novo Renault Twingo, com a divulgação das primeiras imagens oficiais do Peugeot 108. Com apenas 3.47m de comprimento, este pequeno «leão» é um dos modelos citadinos mais compactos do mercado. Característica que tem repercussões no peso: apenas 840kg (versão 3 portas). Graças a este peso pluma, a Peugeot indica que todas as versões vão emitir menos de 100g/km de CO2.

Para já, a oferta mecânica será composta apenas por dois motores a gasolina. O primeiro é o moderno motor 1.0 VTi de três cilindros com 70cv, acoplado a uma caixa manual de cinco velocidades e sistema start&stop, com um consumo anunciado de 3,4 litros/100km. O segundo é 1.2 PureTech VTi de 82cv, sem sistema start&stop.

PEUGEOT 108

Quanto ao design, o novo Peugeot 108 foi buscar inspiração aos seus «irmãos»  308 e 208. Isso esta bem patente no design dos faróis e na grelha dianteira. Na traseira, destaque para a abertura independente do vidro.

No interior, reforma total. O modelo recebe um moderno ecrã touch que irá centralizar as principais funções do carro, como equipamento média, computador de bordo, Bluetooth, entre outros.

Disponível em três carroçarias distintas, três portas, cinco portas e TOP! (com capota de tecido retrátil), o 108 vai estar disponível com uma enorme variedade combinações: oito cores exteriores, incluindo combinações bi-colores para a carroçaria. A Peugeot vai ainda permitir a escolha de sete «templates» que permitirão levar ainda mais longe o grau de personalização de cada modelo.

A estreia oficial do Peugeot 108 terá lugar no Salão de Genebra, onde serão também apresentados os seus irmãos Citroen C1 e Toyota Aygo.

Os mais vistos