Ferrari California T revelado: estreia V8 Turbo

O Ferrari California T foi revelado há instantes pela Ferrari. O novo motor V8 Turbo, traz consigo uma série de inovações e coloca a Ferrari de volta aos motores turbo, depois do Ferrari F40.

Se na competição a «invasão dos turbos» tem sido uma constante, veja-se o caso da Fórmula 1, nos carros de estrada esta introdução é cada vez mais uma realidade, em detrimento dos motores atmosféricos.

O Ferrari California T tem estreia marcada para o Salão de Genebra, certame onde será dado a conhecer ao público. Montado em posição central dianteira (atrás do eixo), o novo motor 3.8 V8 Turbo da Ferrari desenvolve 560 cv às 7.600 rpm e um binário máximo de 755Nm. A marca italiana garante que o “tempo de espera” pelo turbo é zero, não comprometendo as prestações. Ficando assim dissipadas as dúvidas que os mais puristas pudessem ter quanto ao «pedigree» desta motorização.

Ferrari California T 10

Aliada ao desenvolvimento deste motor, está a experiência com o Ferrari F14 T. O sprint dos 0-100 km/h faz-se em 3.6 segundos e o ponteiro chega aos 316 km/h de velocidade máxima.

As emissões e consumos não ficaram, como seria de esperar, de parte. O Ferrari California T é mais potente do que o seu antecessor mas consome menos 15% de combustível e emite 250 g/km de CO2.

Ferrari California T 1

Esteticamente o Ferrari California T também surge renovado. O hard top recolhe em 14 segundos, o que permite rapidamente tornar o Ferrari California T, num descapotável. Em posição fechada o Ferrari California T assume as linhas elegantes da marca do cavallino rampante, inspiradas, segundo a marca, no Ferrari 250 Testarossa.