Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Volkswagen Twin Up: Porque 2 métodos de propulsão, são melhores que apenas 1

A Volkswagen não quer decididamente perder terreno no que toca a propostas amigas do ambiente e dos bolsos dos consumidores, brindando-nos com o seu novo modelo o Volkswagen Twin Up.

Depois de vos termos dado a conhecer propostas, como o Volkswagen e-Up e o e-Golf, trazemos-vos uma proposta hibrida com base no mais pequeno modelo comercializado pela Volkswagen, o Twin Up. Se ainda se lembram do Volkswagen XL1 Concept, retenham isso em mente, pois o Volkswagen Twin Up, tem por base o grupo propulsor do XL1.

Volkswagen-Twin-Up-08

Mas na pratica, afinal o que é que distingue este Up hibrido, daquilo que já foi mostrado?

Comecemos pelos bastidores da mecânica, onde grande parte da «magia» acontece, e onde o Twin Up surge com o bloco TDi de 0,8 litros e 48 cavalos, acoplado a um motor elétrico de 48cv. A potência combinada fica-se pelos 75 cavalos (em vez dos expectáveis 96 cavalos) e 215Nm de binário máximo. Para que o Volkswagen Twin Up, pudesse albergar tamanho conjunto, a secção frontal conta com mais 30mm de comprimento.

Outra das novidades, deste Volkswagen Twin Up, passa pela transmissão, uma moderna caixa DSG de 7 velocidades. Uma das soluções mais interessantes presentes neste modelo passa contudo pela montagem do motor elétrico, entre o motor e a caixa de velocidades eliminando o volante do motor, competindo assim ao motor elétrico a função de eliminar parte das vibrações resultantes do funcionamento do motor TDI. Assim poupou-se peso garantindo-se ainda maior agradabilidade de condução.

Volkswagen-Twin-Up-09

Todos os componentes que fornecem energia ao grupo propulsor, estão localizados na traseira. A bateria de iões de lítio com uma potência de 8,6kWh, situa-se por exemplo, de baixo do banco traseiro, e pode ser carregada de duas formas: ou através de uma tomada «plug-in» ou através dos sistemas de recuperação de energia. O depósito de combustível conta com 33 litros de capacidade, não sendo gigante, tem o tamanho médio para um carro, do tamanho do Volkswagen Twin Up.

No que toca a performances, o Volkswagen Twin Up, coloca-nos perante dois mundos totalmente diferentes e assim sendo: em modo exclusivamente elétrico, o Twin Up é capaz de percorrer 50km e acelerar dos 0 aos 60km/h em 8,8s, alcançando os 125km/h de velocidade máxima. Se circularmos em modo combinando com os dois motores, a performance do Volkswagen Twin Up, espelha-nos 15,7s no clássico arranque dos 0 aos 100km/h e a velocidade máxima sobe para uns aceitáveis, mas não brilhantes 140km/h.

Volkswagen-Twin-Up-02

De destacar, que tal como nos anteriores modelos que vos apresentamos, o Twin Up, também conta com o botão «e-Mode», onde sempre que haja carga suficiente na bateria é possível circular em modo 100% elétrico, mas lembramos-vos que nos outros modelos 100% elétricos, este botão serve apenas para alterar os modos de recuperação de energia.

Os consumos anunciados, tal como no extravagante XL1, situam-se nuns extremamente comedidos 1,1l por cada 100km, um valor verdadeiramente referencial. Quando circulamos com o motor diesel, as emissões de CO2, registam um máximo de 27g/km, um valor super amigo do ambiente. Estamos certos que uma manada de vacas liberta, muito mais CO2…

O Volkswagen Twin Up, até pode ser um citadino pequeno, mas não é decididamente um carro leve, pois o conjunto acusa uma tara de 1205kg.

Tokio Motor Show 20112013

Esteticamente, o Volkswagen Twin Up é semelhante aos seus irmãos, mas tem detalhes específicos para esta versão e começamos por destacar as jantes de 15 polegadas calçadas em pneus de dimensões 165/65R15. Mesmo albergando quatro ocupantes no seu interior, o Twin Up conseguiu conservar um coeficiente aerodinâmico de 0,30, um bom valor, mas já pouco referencial.

O compartimento do motor é totalmente carenado com diversas coberturas, no entanto, todos os serviços de manutenção básicos, estão devidamente indicados.

Outro pormenor estético da versão de apresentação do Volkswagen Twin Up, passa pela pintura em branco brilhante com o código (Sparkgling White), conta com inserções em lâmina, nas zonas inferiores da carroçaria de cor azul, que mudam de tom consoante a incidência da luz.

Volkswagen-Twin-Up-07

A Volkswagen, começa a dar passos sérios no que toca à mobilidade hibrida, depois do XL1, brilhante no seu conceito, mas com um preço na estratosfera dos híbridos, a Volkswagen, toma agora um pouco mais de consciência, com uma proposta mais realista e que possivelmente promete ter retorno comercial em diversos países, com a politica de preços correta.

Mais artigos em Notícias