Teste

Audi A3 1.6 TDI Sportback: É premium, é chic!

Apesar dos argumentos técnicos acima de qualquer suspeita, é na imagem que o Audi A3 1.6 TDI Sportback joga o seu maior trunfo. Um modelo destinado para quem sabe o que quer e não se importa de pagar mais por isso.

É verdade que o Audi A3 1.6 TDI Sportback tem a mesma plataforma, o mesmo motor e os mesmos componentes que a maioria dos modelos do Grupo Volkswagen. Tem tudo isso, é verdade. Mas também tem algo mais. Foi esse algo mais que durante uma semana e mais de 600 km a Razão Automóvel tentou descobrir aos comandos deste Audi A3 1.6 TDI Sportback equipado com kit S-Line e carroçaria na cor da moda: o branco.

Interior: requinte, rigor e tecnologia

De facto o Audi A3 oferece algo mais do que a maioria dos carros do seu segmento. A experiência «algo mais» – chamemos-lhe assim… – tem início assim que entramos no seu habitáculo. A qualidade de construção é referencial. Todos os comandos, painéis e acabamentos são dignos de um segmento acima. Sensação que é transmitida à primeira vista e que se confirma através do infalível teste do toque. Duas provas em que o Audi A3 passa com a maior distinção.

Todo o ambiente como disse transpira qualidade e solidez. E o design interior convence pelas soluções que apresenta, nomeadamente o tablier estilizado com ecrã escamoteável que congrega quase todas as funções do carro. A Audi chama-lhe MMI (Multi Media Interface), um sistema que é controlado por um comando rotativo sensível ao toque, localizado junto à caixa de velocidades. É prático, eficaz e intuitivo. Ao fim de pouco tempo já o conseguimos operar sem tirar os olhos da estrada. Muito útil.

Status é a palavra de ordem

No exterior, todas as linhas do Audi A3 transpiram o ADN estilístico da marca. Há quem ache que lhe falta identidade própria por ser muito parecido com os restantes modelos da marca dos anéis, mas por outro lado essa colagem estilística a modelos como o A4 e A6 pode ser um trunfo a favor do A3 em termos de imagem e status.

O Audi A3 não é visto como apenas mais um familiar compacto no meio do trânsito, é um modelo que transmite uma certa «aura» de requinte e sofisticação

Constatámos isso pela reação de alguns amigos e transeuntes que prestaram mais atenção ao Audi A3 do que o é habitual para um carro deste segmento.

O Audi A3 não é visto como apenas mais um familiar compacto no meio do trânsito, é um modelo que transmite uma certa «aura» de requinte e sofisticação – não só a quem o conduz mas também a quem o vê na rua. Isto são argumentos que valem o que valem. Mas são essas qualidades como o requinte, a sofisticação e o rigor de construção que justificam o diferencial de preço deste Audi A3 para outros modelos do segmento.

Dinâmica em bom plano, motor cumpre a função.

Quem tenciona comprar um Audi A3 com o motor 1.6 TDI de 105cv não espera prestações avassaladoras. Perante as credenciais dinâmicas do chassi MQB esta motorização sente-se curta. Mas se a toada for feita em ritmos que não desafiem demasiado nem a lei da física nem o código da estrada, então o motor 1.6 TDI é a escolha acertada. Acima disso exige-se mais desenvoltura. Os consumos são baixos – médias na casa dos 5.6L/100Km em circuito misto –  e as prestações são convincentes. Em ritmo citadino o 1.6 TDI cumpre a função com boa nota e em auto-estrada não desilude.

Apesar de vir equipado com o kit S-line este Audi A3 não deixa de brindar os seus ocupantes com um acerto de suspensões que privilegia o conforto em detrimento da acutilância dinâmica, embora não perca muito nesse campo. Porque o eixo dianteiro cumpre com rigor as ordens do condutor e a traseira acompanha alegremente a trajetória sem sobressaltos.

Os preços para o Audi A3 1.6 TDI Sportback começam nos 28 340 euros. Mas a nossa unidade – carregada de quase todos os extras presentes no catálogo da Audi – tinha um preço final de 39 450 euros.

É o preço a pagar por querer ser-se premium e chic. E o Audi A3 tem tudo isso em doses generosas… muito generosas.

Ficha técnica
Audi A3 1.6 TDI Sportback S Line

Preço

unidade ensaiada

39.450

Versão base: €28.340

Classificação Euro NCAP: 5 / 5

  • Motor
    • Arquitectura: 4 cilindros
    • Capacidade: 1598 cm3
    • Potência: 105 cv / 4000 rpm
    • Binário: 250 NM / 2750 rpm
  • Transmissão
    • Tracção: Dianteira
    • Caixa de velocidades: Manual, 5 velocidades
  • Capacidade e dimensões
    • Peso: 1260 kg
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 4,8 lt./ 100 km
    • Vel. máxima: 191 km/h
    • Aceleração: 10,5 segundos
Avaliação
Um pacote de luxo em formato «compacto» O Audi A3 é um automóvel que está para além das «balizas» dos segmentos. Tem o tamanho de um modelo do segmento C e oferece os mesmos parâmetros de qualidade que encontramos em propostas do segmento acima. É a escolha de que não quer abrir mão da qualidade dos modelos do segmento D mas dispensa o espaço destes. Em troca recebe-se uma imagem mais jovial sem que o status de quem o conduz seja beliscado. No fundo, é este o «trade-off» que enfrenta quem pensa adquirir um compacto premium como este.

Mais artigos em Testes, Ensaio

Os mais vistos