Ferrari F40 em tons de… frigorífico!

Vejam o que a Liberty Walk fez a um dos poucos Ferrari F40 existentes neste mundo – isto não se faz, não a uma «jóia» destas.

Existe o dogma de que todos os Ferrari têm de ser vermelhos e por muito que não se goste esta crença deveria ser levada à letra. Ferrari que é Ferrari tem de ser vermelho e ponto final.

Ferrari F40 Liberty Walk

Ok, estou a ser demasiado radical e conservador… Mas o que dizer da preparadora japonesa que pintou este Ferrari F40 de branco? Não é que eu tenha algo contra frigoríficos ambulantes (por acaso até acho que dão bastante jeito) mas ver um Cavalo Rampante tão mítico como este nestes preparos já é de mais.

Como já devem ter reparado as alterações não se ficaram só pela pintura, foi ainda acrescentado um novo para-choques dianteiro, um spoiler traseiro feito à medida, umas jantes exclusivas da Enkei, uma suspensão a ar ajustável e novos travões Brembo. Algumas destas modificações podiam muito bem ser dispensadas mas não vou criticar mais porque não quero que pensem que isto já é implicância minha.

Ferrari F40 Liberty Walk

Na verdade, todo este sentimento negativista tem uma razão de ser: inveja! Pois é, tudo isto não passa de inveja da minha parte, afinal de contas, até um Ferrari F40 pintado de cor de rosa às bolinhas amarelas era extremamente bem vindo à minha garagem – claro que depois iria levar um banho de tinta ‘rosso corsa’ mas isso já são contas de um outro rosário.

Para quem partilha deste mesmo sentimento de inveja, aconselho vivamente a não ver o vídeo abaixo. Alias, a ouvir… o ronco daquele V8 de 2.9 litros com 478 cv de potência promete levar-vos à loucura. Depois não digam que eu não avisei:

Texto: Tiago Luis

Mais artigos em Opinião

Os mais vistos