Queres ser um mestre do asfalto? Primeiro tens de passar por Nurburgring!

Nurburgring para aqui, Nurburgring para acolá. Enfim! Não há uma conversa automobilística que acabe sem se mencionar, pelo menos uma vez, a palavra Nurburgring…

Os mais céticos depois de lerem o primeiro parágrafo irão perguntar: E qual é o problema? Ao qual eu responderei: Nenhum! Aliás, sempre que falo de Nurburgring sinto um friozinho no estômago. Sim! É exatamente aquele sentimento que todos nós experienciamos quando beijamos uma pessoa pela primeira vez. É arrepiante.

Nurburgring é muito mais do que um simples circuito. Para muitos é um modo de vida…! Infelizmente, e embora já lá tenha passado, ainda não tive o privilégio de percorrer os 22 km de asfalto do “Inferno Verde”. Só para terem uma ideia, há quem diga que depois de se completar a primeira volta em Nurburgring, a satisfação de ter um orgasmo já não é a mesma. A adrenalina, o medo e a emoção acoplados ao prazer, tornam aquele circuito na tua satisfação nº1.Mas calma! Até nisto existem vários níveis de satisfação. Michael Vergers, de certeza, já viveu aquilo a que eu poderei chamar de um orgasmo super hiper mega cósmico. Este sentimento, é (até agora) o sentimento mais profundo e desejado de toda uma humanidade. Afinal de contas, este homem registou “apenas” a melhor volta de sempre em Nurburgring.

A 19 de Agosto de 2009, o piloto holandês, cometeu a loucura de completar uma volta de 20 km em apenas 6:48s. Mas por melhor “kit de unhas” que se tenha, nada disto teria acontecido se Vergers não estivesse ao volante de um Radical SR8 LM. Este bicho é dono e senhor de um V8 de 2.8 litros pronto para debitar 455 cv de potência às 10.500 rpm! Isto a juntar à sua bela silhueta e ao seu peso pluma de 733 kg, só poderia resultar em algo de muito bom:
De realçar, que este é o melhor tempo na categoria de carros legalizados para circular nas estradas públicas. Apesar de não ser nada comum vermos um carro destes nas ruas, este está autorizado para tal.

Nesta mesma lista, podemos encontrar ainda outras magníficas máquinas:
3º / Gumpert Apollo Sport / 7:11.57 / 2009
4º / Dodge Viper ACR / 7:12.13 / 2011
5º / Lexus LFA Nurburgring Package / 7:14.64 / 2011
6º / Donkervoort D8 RS / 7:14.89 / 2006
7º / Porsche 911 GT2 RS / 7:18.00 / 2010
9º / Chevrolet Corvette C6 ZR1 / 7:19.63 / 2011
13º / Nissan GT-R / 7:24.22 / 2010
16º / Ferrari Enzo / 7:25.7 / 2008
20º / Porsche Carrera GT / 7:28.0 / 2004

Enfim a colectânea é enorme e como deve imaginar, esta lista sofre várias alterações a cada ano que passa. Se quiserem ver a lista completa passem por este link.Mas este icónico circuito não serve só para os fabricantes de automóveis mostrarem o que realmente valem as suas máquinas. Até o mais comum dos mortais com o seu chasso do tempo da maria cachucha pode divertir-se à grande em Nurburgring.

E mesmo que não tenham carro (ou carta) podem sempre apanhar um taxi. Sim! Leram bem, apanhar um taxi… Por exemplo, basta falarem com o pessoal da BMW e têm a fantástica oportunidade de apanhar boleia de um “cromo” do asfalto (ex: Andy Priaulx). E como se não bastasse terem um motorista de excelência, ainda vão desfrutar da potência de um BMW M5. São 560 cv à solta em Nurburgring!

Esta é uma excelente oportunidade para aprender com os melhores e sentir de perto a força de um dos melhores carros germânicos para estas andanças. Ah! Mas esqueci-me de dizer uma coisa importante: Para poderem usufruir desta oferta têm apenas de desembolsar 216€ por volta. Mas sorriam, dá para dividir a conta por 3 passageiros, isto a não ser que queiram ir sozinhos.

Existem também imensos automóveis de trackdays para alugar. Por isso, se são apaixonados por velocidade e gostam de sentir a adrenalina a sair-vos pelos poros com a mesma rapidez com que o Sr. Vale e Azevedo saiu de Portugal, só vos resta ir o mais rapidamente até à Alemanha e matar essa fome de adrenalina.

São poucos os pilotos profissionais europeus que nunca por lá passaram, e isto retrata na perfeição o significado de Nurburgring para o mundo automóvel. É ali que se vê quem é artista e quem não tem jeitinho nenhum para a coisa. A primeira vez que lá for vou tentar bater um recorde… nem que seja o da pior volta de sempre!


Texto: Tiago Luís