Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Ford Ranger 2012: Primeira pick-up a conseguir 5 estrelas

A nova Ford Ranger bateu todos os recordes na segurança em geral – 89%, sendo assim o melhor resultado de sempre obtido por uma pick-up. Conseguiu ainda registar um valor referencial para a proteção de peões de 81%.

Michiel van Ratingen, secretário geral da Euro NCAP, afirmou:

“Com uma tão boa protecção a peões, a Ford Ranger está sem sombra de dúvida, a elevar a fasquia de segurança na categoria de pick-up, que até agora não provou ser a mais segura”.

Este nova versão tem uma célula para passageiros mais reforçada, utilizando aço de alta resistência em toda a sua extensão. Antes de qualquer teste de impacto ou teste de sistema de deslizamento, os engenheiros responsáveis testaram mais de 9000 simulações virtuais, tudo isto para optimizar a estrutura e sistemas de segurança do veículo.

De série:
– Os airbags laterais de cortina:

(Implantados desde a linha de tejadilho para proporcionar uma almofada de protecção para a cabeça dos ocupantes em caso de colisão lateral.)

– Os novos airbags laterais:
(Montados a partir da lateral dos assentos dianteiros para proteger o tórax das forças de impacto laterais.)

– O airbag de joelho do condutor:
(Em caso de colisão frontal, preenche todo o espaço entre o painel de instrumentos e os joelhos do condutor.)

A Ranger conta ainda com Programa Electrónico de Estabilidade (ESP).

Os motores 2.2 TDCI de 150 CV e 3.2 de 200 CV vão estar presentes numa primeira fase de comercialização, e são quatro os níveis de equipamento: XL, XLT, Limited e Wildtrack. Todos com tração às quatro rodas, excepto uma única opção 4×2 associada à versão 2.2 TDCi Cabina Dupla XL.

2012? Mas para quando? Perguntam vocês. Com um sorriso nos lábios vos digo que está marcado já para o próximo mês de Janeiro a chegada da nova Ford Ranger a Portugal. Os preços são ainda uma incógnita devido às alterações fiscais que se avizinham.

 

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias