Maserati Ghibli despede-se em 2024 e não vai deixar sucessor

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Maserati Ghibli despede-se em 2024 e não vai deixar sucessor

É o fim anunciado do Ghibli, mas a Maserati continuará a ter uma berlina no futuro: o sucessor do Quattroporte já está em desenvolvimento.

O Ghibli, a berlina executiva de quatro de portas da Maserati e concorrente de propostas como o BMW Série 5, caso seguisse os ciclos de produto habituais já deveria ter conhecido um sucessor.

Não parece, mas a berlina italiana conta com nove anos de carreira, uma idade considerada avançada no mundo automóvel, tendo sido lançada em 2013.

Ficámos a saber agora, através de declarações do responsável da Maserati na Austrália, Grant Barling, à Drive, que o fim do Ghibli vai acontecer durante 2024.

VEJAM TAMBÉM: Ghibli Hybrid. Já conduzimos o primeiro Maserati eletrificado
Maserati Ghibli hybrid traseira 3/4

Uma data que já se adivinhava pois, quando a Maserati revelou o plano Folgore — a designação que identificará as versões elétricas dos seus modelos — em março passado sobre o seu futuro até 2030, foram anunciados novos modelos e sucessores para o Quattroporte e Levante, mas nada foi dito sobre o destino do Ghibli.

De certo modo, o novo Grecale, o segundo SUV da Maserati posicionado abaixo do Levante, assume-se indiretamente como o seu sucessor, passando a ser o degrau de acesso à marca do tridente.

É mais um reflexo da mudança do mercado que passou a favorecer mais os SUV do que as berlinas, que viram as suas vendas serem particularmente afetadas.

"Para ser honesto, esse segmento (berlinas executivas onde o Ghibli compete), caiu bastante".

Grant Barling, diretor-geral da Maserati Austrália

Fusão

O futuro parece estar tremido para as grandes berlinas, mas continuará a haver uma na Maserati. Essa tipologia passará a ser preenchida em exclusivo pelo Quattoporte, cujo sucessor já se encontra em desenvolvimento.

Maserati Quattroporte Trofeo

Sobre o futuro Quattroporte, Grant Barling também levantou a «ponta do véu»: “O plano é que o Ghibli e o Quattroporte se tornem num só. O Quattroporte vai-se tornar num modelo com distância entre eixos mais curta do tamanho do Ghibli atual, mas será chamado de Quattroporte”.

Não é habitual uma nova geração de um modelo ser mais pequena que o antecessor, mas é isso mesmo que vai acontecer com o futuro Quattroporte que, como foi referido, deverá ter dimensões similares às do Ghibli.

Dito isto, o Ghibli está longe de ser uma berlina compacta, tendo praticamente cinco metros de comprimento e mais de 1,9 m de largura, pelo que o estatuto de berlina de representação do futuro Quattroporte não deverá ser «beliscado».

Não existe ainda data concreta para conhecermos o sucessor do Quattroporte — a geração atual também já soma nove anos de idade —, mas a Maserati avançou durante a apresentação do plano Folgore que de 2025 não passará.

Fonte: Drive

Mais artigos em Notícias