Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Radares

Há um novo radar ao serviço da GNR. Extremamente portátil, capta excessos para lá dos 300 km/h

Capazes de calcular a velocidade de um carro a quase dois quilómetros de distância, o novo radar da GNR faz ainda um vídeo da viatura infratora.

A GNR tem uma nova “arma” contra o excesso de velocidade. Depois dos radares de velocidade média, as estradas portuguesas passaram a ser fiscalizadas por um novo radar da GNR que se destaca, acima de tudo, pela versatilidade.

Capaz de detetar veículos em excesso de velocidade a uma distância de quase dois quilómetros (o alcance do seu antecessor ficava-se pelos 100 metros), este radar recorre à tecnologia laser, sendo mais “rigoroso, preciso e eficaz”. Além de tudo isto, é muito mais leve, pesando apenas 2 kg face aos 30 kg do antecessor.

O novo radar da GNR é ainda capaz de realizar um pequeno vídeo com 20 a 30 fotogramas, escolhendo depois o mais nítido para servir de prova da contraordenação, e de “apanhar” veículos a velocidades até aos 320 km/h. Para terem uma ideia, o modelo anterior apenas tirava uma fotografia do infrator e não conseguia captar velocidades superiores a 250 km/h.

A NÃO PERDER: Depois da velocidade, vêm aí “radares” para o ruído?

Facilidade de utilização é uma mais-valia

Era difícil este novo aparelho usado pela GNR ser mais fácil de utilizar. Na prática, tudo o que o militar da GNR que está a usar este radar tem de fazer é simplesmente programar o equipamento, indicando qual a velocidade máxima da via onde está a ser efetuada a ação de fiscalização.

Depois disso pode optar por usar manualmente o radar, apontando-o a um carro específico ou por montá-lo num simples tripé. Ao contrário do seu antecessor — que tinha de ficar fixo, ao nível da via e só podia ser usado em retas — este novo radar pode trabalhar em qualquer ângulo, ser usado em curvas, a partir de viadutos ou nos rails de proteção.

Capaz de fazer o controlo de velocidade sem captar duas viaturas em simultâneo, este novo radar da GNR pode ainda ser usado em motociclos ou nas viaturas de patrulha da GNR, sendo capaz de calcular a velocidade dos veículos não só quando estes se aproximam como quando estes se afastam do aparelho.

 

Apesar de ainda não ter chegado a todos os destacamentos da GNR, este novo radar é usado por esta força de segurança desde o início do ano, tendo já detetado 10 755 infratores.

 

Sabe responder a esta?
Qual era a velocidade máxima do Peugeot 106 Electric?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este é o Peugeot 106 Electric, o antepassado do e-208

Mais artigos em Notícias