Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Portagens

Passei numa SCUT, como faço para pagar?

Presentes em várias regiões, as SCUT não contam com as tradicionais portagens. Para evitar possíveis multas por falta de pagamento explicamos como as pagar.

Nascidas em 1997 como “Estradas Sem Custos para os Utilizadores” e pensadas para ajudar a ligar o litoral ao interior, desde 2011 que a circulação nas SCUT é paga.

Contudo, ao contrário das tradicionais autoestradas, nas SCUT não temos uma “praça das portagens” onde efetuar o pagamento, mas sim um sistema eletrónico colocado nos pórticos.

Posto isto, afinal como é que se podem pagar os valores devidos por circular nas muito discutidas SCUT?

A NÃO PERDER: Portagens: como saberes a que classe o teu carro pertence
Portagens
As “praças das portagens” estão ausentes das SCUT.

Os modos de pagamento

Para quem tem o sistema Via Verde, o pagamento é bastante fácil. Sempre que o carro passa por um pórtico o pagamento é realizado de forma automática, como nas autoestradas.

Já quem não recorre a este sistema tem cinco opções que vos passamos a apresentar:

  1. Pagar nos CTT: nesta modalidade o pagamento é feito depois de se ter circulado nas SCUT, bastando para tal ir até um posto dos correios e indicar a matrícula do carro.
  2. Através do sistema Payshop: outra opção passa por pagar através do sistema Payshop após a circulação na via. Neste caso o processo funciona de forma semelhante ao pagamento nos CTT.
  3. Através da concessionária da SCUT: o condutor também pode pedir à concessionária da SCUT o fornecimento dos dados para o pagamento ou então a atribuição de um número de notificação que será incluído num Vale Postal. Após a obtenção deste número, o pagamento terá de ser realizado numa loja dos CTT.
  4. Multibanco: outra das opções passa por pagar através de referência Multibanco. O pedido da referência pode ser feito através do site dos CTT, da app ou enviando um SMS. Nesse caso envia-se um SMS com o texto “CTTMB(espaço)Matrícula(espaço)NIF” para o número 68881. O SMS tem um custo de 0,30 cêntimos + IVA.
  5. Pré-pagamento: talvez o método mais desconhecido, este permite ao condutor pagar antes de circular nas SCUT. Para tal, o condutor estabelece um saldo numa conta associada a um “Dispositivo Eletrónico de Matrícula” e os valores serão depois debitados até ao limite do saldo disponível nessa conta. O pré-pagamento pode ser feito nas lojas CTT, nos Agentes Payshop ou por referência multibanco.
A NÃO PERDER: Sabes como mudar a matrícula na Via Verde? Neste artigo explicamos-te

E os prazos?

O pagamento das SCUT tem um prazo de validade de cinco dias úteis que são contados a partir das das 48 horas após a passagem nos pórticos. Ou seja, temos uma semana para pagar.

O condutor pode consultar os valores em dívida e as faturas dos pagamentos efetuados no site dos CTT ou na app.

Se o condutor falhar o pagamento nesse prazo, as informações referentes ao pagamento passam do site dos CTT para o site “Pagamento de Portagens“. A partir daí, o prazo passa a ser de 30 dias úteis e os valores em dívida apenas podem ser consultados naquele site.

Se ainda assim o condutor não pagar nesse prazo de 30 dias, o processo passa para as “mãos” da Autoridade Tributária e o utente pode ver adicionado ao valor da circulação nas SCUT custos administrativos, juros de mora, custos de processo e até coimas.

Sabe responder a esta?
Em que ano é que o Volkswagen Passat venceu pela segunda vez o troféu Carro do Ano em Portugal?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Volkswagen Passat. Vencedor do troféu Carro do Ano 1997 em Portugal

Mais artigos em Autopédia