Lançamento

De volta! Suzuki Jimny regressa a Portugal como ligeiro de mercadorias

Designado Suzuki Jimny Pro, o pequeno jipe japonês regressou ao mercado nacional desta vez com apenas dois lugares e homologado como ligeiro de mercadorias.

Tal como prometido, o pequeno Jimny está de regresso ao mercado nacional. Para “fintar” as normas de emissões o jipe japonês perdeu dois lugares e passou a chamar-se Suzuki Jimny Pro.

A homologação N1 permitiu ao Jimny Pro passar a ser considerado um veículo ligeiro de mercadorias, tendo por isso que cumprir metas de emissões menos exigentes, mantendo o mesmo motor.

Falamos, claro está, do 1.5 l de quatro cilindros a gasolina com 102 cv e 130 Nm, que permite ao Jimny Pro alcançar os 145 km/h e que permite consumos de 7,7 l/100 km e emissões de CO2 de 173 g/km (WLTP).

VÊ TAMBÉM: Já sabemos quanto é que o Suzuki Swace vai custar em Portugal
Suzuki Jimny Pro
Os bancos traseiros desapareceram e o Jimny passou a contar com uma grelha a separar o habitáculo da caixa de carga.

Também a transmissão é a mesma, com a versão comercial do Jimny a contar com o já conhecido sistema de tração 4×4 ALGRIPP PRO e uma caixa manual de cinco relações com redutoras.

Quanto custa?

Se em termos mecânicos a homologação como comercial não trouxe alterações, há alguns campos onde há novidades. Para começar, o Suzuki Jimny Pro passou a oferecer 863 litros de volume de carga, mais 33 litros que os Jimny “normais” com os bancos rebatidos.

Ao mesmo tempo, a homologação como ligeiro de mercadorias faz com que a sua velocidade máxima em autoestrada fixe-se nos 110 km/h.

Além disso, também os intervalos de inspeção passaram a ter uma frequência mais curta. A primeira inspeção acontece ao fim de dois anos sobre a primeira matrícula (ao invés de quatro anos num ligeiro de passageiros) e depois passa a ser feita anualmente (num ligeiro de passageiros, após a primeira inspeção estas acontecem de dois em dois anos e após oito anos sobre a primeira matrícula passam a ser anuais).

Quanto ao preço, o novo Jimny Pro está disponível por 28 374 euros (sem despesas e sem pintura metalizada). A única opção disponível é a pintura metalizada na cor “Verde Jungle” que custa 350 euros.

Sabe responder a esta?
Qual é a potência máxima combinada do Suzuki Across?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Já sabemos quanto vai custar o Suzuki Across em Portugal

Mais artigos em Notícias