Indústria

Preço do pack de baterias dos carros elétricos caiu 89% em dez anos

Peça chave para a democratização dos carros elétricos, o preço do pack de baterias decresceu consideravelmente na última década.

Atualmente “atores principais” sempre que se fala no futuro da indústria automóvel, os automóveis elétricos continuam a ter no preço do pack de baterias de iões de lítio a que recorrem um “calcanhar de Aquiles”, sendo estas o mais caro componente a que recorrem.

No entanto, parecem haver boas notícias no horizonte, com a Bloomberg a revelar que na última década o preço do pack de baterias de iões de lítio tem vindo a cair continuamente, tendo caído 89% nesse espaço de tempo.

Se há dez anos um pack de baterias de iões de lítio para um carro elétrico custava cerca de 1110 dólares/kWh (cerca de 904 €/kWh) hoje esse valor fica-se pelos 137 dólares/kWh (cerca de 112 €/kWh).

VÊ TAMBÉM: Baterias em estado sólido chegam em 2025. O que podemos esperar?
BMW i3 baterias
O pack de baterias usado pelos automóveis elétricos está cada vez mais acessível.

Tendência decrescente deve manter-se

Com os construtores a apontarem para a marca dos 100 dólares/kWh (81 €/kWh) como aquela que permitirá alcançar a paridade de custos entre os automóveis elétricos e os veículos com motores de combustão interna, há indicadores que mostram que essa meta não deverá estar longe.

Segundo um inquérito levado a cabo pela Bloomberg New Energy Finance (BNEF) houve, pela primeira vez, baterias a serem comercializadas por 100 dólares/kWh para autocarros elétricos chineses. Ora, tendo não só isto em conta, como o decréscimo sistemático do preço do pack de baterias na última década, a BNEF aponta para que em 2023 os preços fixem-se na casa dos 101 dólares/kWh (82 €/kWh).

De acordo com Logan Goldie-Scot, diretor da BNEF, estes dados indicam que “Dentro de quatro anos, as principais marcas deverão ser capazes de produzir e vender veículos elétricos pelo mesmo preço e com as mesmas margens dos modelos com motor de combustão interna”.

Fontes: Bloomberg; Fast Company, CarScoops, Observador.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do protótipo Opel Impuls?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Do Kadett ao Corsa-e. A história da eletrificação na Opel

Mais artigos em Notícias