Poluição

Diesel Brothers multados em mais de 750 mil euros por violação das leis anti-poluição

Os Diesel Brothers, conhecidos por modificar as típicas "trucks" americanas, mas aqui com motores Diesel, não estão imunes às leis anti-poluição, como agora se comprova.

A preparadora DieselSellerz conhecida pelo programa televisivo Diesel Brothers em exibição no Discovery Channel, foi sentenciada nos EUA, a pagar 848 mil dólares (aproximadamente 750 mil euros) após ter perdido um processo civil interposto em 2016 pelo grupo Utah Physicians for a Healthy Environment (Médicos para um Ambiente Saudável do Utah).

O grupo alegava que os Diesel Brothers violavam a Lei (federal) do Ar Limpo (Clean Air Act), pois no exercício da sua atividade de transformação de veículos, sobretudo as grandes pick-up americanas equipadas com motores Diesel, os sistemas de tratamento de gases de escape ou são removidos, ou são instalados dispositivos que os inutilizam.

O objetivo de muitas destas transformações passava mesmo por, no final, os veículos produzirem (muito) fumo negro — uma “moda” que os americanos identificaram como “rolling coal” ou “carvão rolante” —, precisamente “um dos mais tóxicos tipos de poluição que há”, de acordo com o grupo de médicos.

VÊ TAMBÉM: ACP e ACAP refutam estudo: “estão a diabolizar os Diesel”
Diesel Brothers

Durante este processo demonstrou-se que, após uma análise independente, um destes veículos transformados produzia 21 vez mais partículas e 36 vezes mais gases de estufa do que o mesmo veículo com o motor inalterado.

Não é a primeira vez

Em junho de 2018 os Diesel Brothers tinham sido proibidos por um juiz de efetuar mais modificações ilegais aos motores, após ter sido ouvido o testemunho de um inspetor de emissões de que um dos veículos transformados por eles tinha sido ilegalmente modificado.

Na altura os Diesel Brothers declararam que os veículos modificados eram apenas para a prática de todo o terreno, acreditando que nada tinha de ilegal, e que até estava a trabalhar em conjunto com a EPA (Agência de Proteção Ambiental) para garantir a conformidade com os regulamentos.

Na resolução deste segundo e mais recente caso, o juiz declarou que, além ter sido provada a acusação de violação da Lei do Ar Limpo, também desafiaram a anterior proibição de modificar mais motores.

Além dos quase 750 mil euros que têm de pagar, têm ainda de ser pagos mais 80 mil euros ao Davis County Tampered Diesel Truck Restoration Program, além de que os demandantes podem submeter aos demandados as suas despesas legais que ascendem, alegadamente, a 1,2 milhões de dólares, o equivalente a 1,065 milhões de euros.

Mais artigos em Notícias