Razão Automóvel

A primeira semana de muitas que estão para vir

Num tempo que é de incerteza, há uma certeza: continuaremos a dar o nosso melhor. Diariamente aqui na Razão Automóvel.

As próximas semanas serão atípicas. Sem apresentações, sem deslocações ao estrangeiro, sem testes — outros valores falam mais alto. Apesar de tudo, há algo que mantemos: a vontade de estar convosco através das nossas plataformas.

Não é tempo para lamentações. É tempo de ação. É tempo de nos adaptarmos e responder na medida do possível a esta nova realidade que se confrontará connosco diariamente nos próximos tempos.

Há motivos para estares connosco

Continuamos a dar o máximo. É por isso que próximos nas próximas semanas, poderás continuar a encontrar aqui na Razão Automóvel todas as notícias do setor e claro, um reforço das nossas rubricas Autopédia — onde explicamos e descomplicamos as tecnologias do mundo automóvel — e rubrica Clássicos — onde regressamos ao passado para recordar modelos e histórias que ainda nos fazem sonhar.

Esta é também uma boa altura para colocares a leitura em dia de alguns artigos que te tenham escapado. Ou voltar a ver os nossos testes no canal de YouTube:

Testes todas as semanas

Não estranhes a publicação de testes e ensaios durante este período. Temos vários conteúdos em carteira, produzidos ao longo das última semanas, que vamos continuar a publicar durante esta fase.

A NÃO PERDER: A Razão Automóvel perante a contingência do COVID-19

A inevitabilidade do futuro

Os planos que temos para a Razão Automóvel mantêm-se. Apesar dos constrangimentos, a nossa equipa continua a trabalhar para fazer da Razão Automóvel o título que tem sido ao longo destes 7 anos.

Continuamos focados nos desafios e oportunidades que a digitalização do nosso setor nos oferece.

Podemos não saber o que esperar das próximas semanas, mas sabemos aquilo que esperar dos próximos meses. Fiquem connosco.


A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias.

Mais artigos em Notícias