Arranque a Frio

A versão mais acessível do Brabham BT62 é… a de competição

A Brabham revelou a versão de competição do BT62, e a grande surpresa é que esta é a forma mais acessível de adquirir o hipercarro britânico.

Com uma produção limitada a 70 unidades, o Brabham BT62 conheceu agora a sua terceira (e mais acessível versão).

Destinada à competição, esta versão custa 750 mil libras (cerca de 868 mil euros) em vez dos 1 milhão de libras (1 milhão e 157 mil euros) pedidos pela versão de pista Ultimate Track Car ou dos 1,15 milhões de libras (cerca de 1 milhão e 331 mil euros) que custa a versão road legal.

Esta diferença de preço deve-se ao facto de a versão de competição (designada… Competition) abdicar de vários luxos como o banco do passageiro, vários acabamentos no interior e até da pintura (em vez disso viu a carroçaria coberta a vinil).

Face aos restantes BT62, a versão Competition mantém as jantes de aperto central e até o volante removível. Equipado com um V8 de 5.4 l naturalmente aspirado capaz de debitar 710 cv, o BT62 vai concorrer nas provas da classe GTE do WEC na temporada 2021/2022.

Brabham BT62
VÊ TAMBÉM: Koenigsegg Regera. Dos 0 aos 400 km/h, sem caixa de velocidades

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Qual é a autonomia do Mazda MX-30?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

MX-30, o primeiro elétrico da Mazda surge em Tóquio com 200 km de autonomia

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos