Salão de Genebra 2019

Piëch Automotive estreia-se em Genebra com um elétrico que carrega 80% em 4min40s

O Salão de Genebra foi o local escolhido pela Piëch Automotive para se dar a conhecer ao mundo. O primeiro modelo? Um desportivo elétrico.

Fundada em 2016 por Anton Piëch, filho de Ferdinand Piëch, o ex-senhor todo poderoso do Grupo Volkswagen e bisneto de Ferdinand Porsche, e Rea Stark Rajcic, a Piëch Automotive foi até ao Salão de Genebra revelar o protótipo do seu primeiro modelo, o Mark Zero.

O Mark Zero apresenta-se como um GT de duas portas e dois lugares 100% elétrico, e, ao contrário do que acontece com a maioria dos elétricos, não recorre a uma plataforma tipo “skate” como fazem os Tesla. Em vez disso, o protótipo da Piëch Automotive assenta numa plataforma modular.

Devido a esta plataforma, as baterias surgem ao longo do túnel central e no eixo traseiro em vez de estarem no chão do carro como é a norma. A razão para esta diferença está na possibilidade de esta plataforma poder acomodar também motores de combustão interna, híbridos ou servir como base a modelos movidos a hidrogénio, sendo ainda possível permutar as baterias.

ESPECIAL: Todas as novidades do Salão de Genebra 2019 estão aqui
Piëch Mark Zero © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Carregamento (muito) rápido

Segundo a Piëch Automotive, o Mark Zero oferece uma autonomia de 500 km (de acordo com o ciclo WLTP). No entanto, o maior ponto de interesse está no tipo de baterias que oferecem toda esta autonomia.

Sem revelar a que tecnologia estas baterias recorrem, a Piëch Automotive afirma que estas pouco aquecem durante o processo de carregamento. Isto permite carregá-las com recurso a uma corrente elétrica mais elevada, levando a marca a afirmar que é possível carregar até 80% em apenas… 4min40s em modo de carga rápida.

Piëch Mark Zero © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Graças ao escasso aquecimento das baterias, a Piëch Automotive pôde ainda abdicar também dos pesados (e caros) sistemas de arrefecimento a água, sendo refrigeradas apenas a ar — air cooled no séc XXI, aparentemente…

De acordo com a marca, isto permitiu poupar cerca de 200kg, com o Mark Zero a anunciar um peso na casa dos 1800 kg para o seu protótipo.

VÊ TAMBÉM: O teu próximo carro elétrico poderá ter algo em comum com este aspirador
Piëch Mark Zero © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Um, dois… três motores

De acordo com as especificações técnicas reveladas pela Piëch Automotive, o Mark Zero conta com três motores elétricos, um colocado no eixo da frente e dois no eixo traseiro, sendo que cada um deles debita 150 kW de potência (estes valores são as metas estabelecidas pela marca), equivalente a 204 cv cada.

Isto permite ao Mark Zero cumprir os 0 aos 100 km/h em apenas 3,2s e alcançar os 250 km/h de velocidade máxima. Apesar de ainda não haver confirmação, ao que tudo indica a Piëch Automotive estrá a pensar desenvolver uma berlina e um SUV com base na plataforma do Mark Zero.

Piëch Mark Zero © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Sabes responder a esta?
Qual é a cilindrada do Porsche 935 "Moby Dick"?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Surpresa! Porsche 935 “Moby Dick” de regresso

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos