Antevisão

Porsche Taycan gera tanta expetativa que 20 000 por ano podem não chegar

A Porsche tem planeado produzir 20 000 unidades por ano do futuro Taycan. Agora a procura é tanta que podem vir a não ser suficientes.

Apesar de a Porsche ainda não ter revelado preços nem ter mostrado o Taycan, o público parece ansioso por comprar o primeiro modelo 100% elétrico da marca de Estugarda. Em declarações ao site australiano CarAdvice um representante da Porsche deixou escapar que há já muitos interessados no novo modelo no país, e não só.

É verdade que ainda ninguém viu ou pôde experimentar o Taycan, mas a expetativa tem estado tão elevada que a marca já aceitou várias pré-reservas nos Estados Unidos e, de acordo com a CarAdvice já há 2000 pré-reservas na Noruega.

As poucas especificações que se conhecem do Taycan vieram da própria Porsche. O primeiro modelo 100% elétrico da marca vai surgir com dois motores que permitem alcançar os 100 km/h em menos de 3,5s e que o impulsionam até aos 200 km/h em 12s. E a potência? Cerca de 590 cv (440 Kw).

RELACIONADO: Taycan. As primeiras especificações oficiais do Porsche 100% elétrico
Porsche Taycan protótipos de desenvolvimento 2018

Metas de produção modestas esbarram na procura

A elevada expetativa que o Taycan está a criar pode levar a Porsche a repensar a meta de produção de 20 000 unidades por ano do seu novo modelo. Está previsto que o Taycan seja lançado no final de 2019 e por isso a marca está preocupada que os valores de produção anunciados acabem por não conseguir fazer face à procura.

O elétrico da Porsche promete uma autonomia a rondar os 500 km e a marca prevê que seja possível carregar até 80% das baterias em apenas 15 minutos recorrendo a postos de carregamento específicos de 800V.

Sabes responder a esta?
Qual a potência do novo Porsche 935 “Moby Dick”?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Surpresa! Porsche 935 “Moby Dick” de regresso

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos