Lista

Estas 12 marcas já disseram adeus ao Diesel

Os escândalos, as restrições, e a quebra de vendas têm levado muitas marcas a repensar o uso de motores Diesel. Estas doze já decidiram abandoná-los de vez.

Depois de longos anos de “namoro” entre a indústria automóvel e o motor Diesel tudo desabou quando se deu o Dieselgate. A partir desse momento, as marcas que até então tinham abraçado os motores a gasóleo como a solução para ir de encontro às metas de reduções das emissões de CO2, investindo milhões no seu desenvolvimento, começaram a querer deixá-los mais depressa do que se procura um abrigo quando começa a chover.

A juntar ao Dieselgate o surgimento de novas normas anti-poluição mais apertadas em diversos países e inclusive a proibição de circulação de carros com motor Diesel em algumas cidades tem levado as marcas a optar por deixar de oferecer este tipo de motores na sua gama. Se juntarmos a este facto a desconfiança dos compradores e a quebra de vendas de veículos Diesel não é de admirar que muitas marcas comecem a procurar alternativas.

Assim, enquanto algumas marcas, como a BMW, continuam a defender a presença de motores Diesel na sua gama outras decidiram exatamente o contrário e cortaram por completo a oferta deste tipo de motorização nas suas gamas de passageiros, apostando em híbridos, elétricos ou motores a gasolina. Estas são as doze marcas que já o fizeram ou já anunciaram que o vão fazer.

VÊ TAMBÉM: Honda Civic estreia caixa automática de nove velocidades. Mas só o Diesel

Sabes responder a esta?
Qual foi o primeiro modelo a recorrer a um motor Diesel de injeção direta?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Fiat. A marca que «inventou» os motores Diesel modernos

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos