Arranque a Frio

Lamborghini. Achas que sabes como nasceu o nome Countach?

Não, estás enganado; ao contrário do que é hábito na Lamborghini, Countach não é o nome de um touro. Garante-o o designer do modelo, Marcello Gandini.

Tal como tu, também nós crescemos com a verdade indubitável de que os modelos da Lamborghini, marca automóvel cujo emblema é um touro enraivecido, vão buscar o seu nome a touros famosos ou às touradas.

Foi o caso do modelo que iniciou esta tendência, o Miura, nome de uma raça de touros da ganadaria Don Eduardo Miura, amigo pessoal de Feruccio Lamborghini; ou do Murciélago, touro lendário que sobreviveu a 28 golpes de espada numa tourada, em 1879.

Já no caso do Countach, não terá sido um touro a baptizá-lo, mas… um técnico responsável pelas fechaduras do carro.

Lamborghini Countach LP400

Ele era enorme, tinha dois metros, umas mãos grandes, mas fazia trabalhos de minúcia. Quase só falava piedmontês, que é diferente do italiano, e dizia frequentemente “countach!”, expressão de deslumbramento. Fui eu que, na brincadeira, disse que podíamos chamar ao carro Countach. Já mais tarde, um dos meus colegas voltou a falar na ideia, e ficou!

Marcello Gandini, responsável pelo design do Lamborghini Countach

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 9h00 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Qual a potência anunciada pelo novo superdesportivo americano SSC Tuatara?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

SSC Tuatara. Mais um candidato a carro mais rápido do mundo

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos