Estás a pensar num crossover? Estes são os principais destaques do Toyota C-HR

O Toyota C-HR agitou o segmento dos crossovers pela sua aposta estilística ousada e por ser o único com uma proposta híbrida. Mas há mais destaques neste crossover nipónico nascido na Europa.

Desenhado para se distinguir não só entre os Toyota, mas também no meio das inúmeras propostas de um dos segmentos mais disputados atualmente — o dos crossover —, o Toyota C-HR define-se pelo estilo ousado e distingue-se dos demais pela tecnologia empregue.

O Toyota C-HR — de Coupe High Rider — é o resultado da fusão de um coupé, com a típica linha descendente do tejadilho, e de um SUV se observarmos o seu volume inferior, cavas de rodas musculadas e altura ao solo.

O resultado é um crossover capaz de combinar valores estéticos como a robustez, com linhas de forte caráter dinâmico.

Toyota C-HR
Produzido na Europa
O Toyota C-HR foi o primeiro modelo derivado da plataforma TNGA a ser produzido fora do Japão e o terceiro modelo híbrido a ter produção europeia. O C-HR é produzido na TMMT (Toyota Motor Manufacturing Turkey), esta fábrica tem uma capacidade total anual de produção de 280 mil veículos e à volta de 5000 funcionários.

A proposta da Toyota para o universo dos crossover pauta-se, assim, por um desenho com forte carga emocional e distinto. Numa palavra? Inconfundível. Diferenciação que continua no interior, seguindo a filosofia “Sensual Tech” que combina funcionalidades high-tech com um estilo sensual e contemporâneo.

A aposta no estilo foi claramente ganha, com correspondente sucesso comercial no continente europeu, estando entre os 10 mais vendidos do segmento, com mais de 108 mil unidades já entregues.

Tudo começa pela base

Mas o Toyota C-HR não significa apenas uma afirmação de estilo — tem substância que o corrobora. Foi um dos primeiros modelos da marca a adotar a nova plataforma TNGA — estreada pela quarta geração do Prius —, que garante ao crossover um baixo centro de gravidade e fornece sólidas fundações para um comportamento preciso — o eixo traseiro recorre a um esquema multilink —, ao mesmo tempo disponibilizando bons níveis de conforto.

Toyota C-HR Toyota
Toyota C-HR

Particular atenção foi dada à direção, com resposta precisa e linear, e apesar da distância ao solo mais pronunciada, o adornar da carroçaria é limitado, contribuindo para a estabilidade e conforto a bordo.

Aposta na eletrificação

O Toyota C-HR está disponível em duas motorizações, ambas a gasolina, destacando-se a variante híbrida. A primeira, apenas com motor de combustão interna, trata-se de uma unidade com 1.2 l, quatro cilindros, turbo e 116 cv, associado a uma transmissão manual de seis velocidades e duas rodas motrizes. Os consumos oficiais ficam-se pelos 5,9 l/100 km em ciclo combinado e 135 g/km.

A segunda, denominada Hybrid, une os esforços do motor térmico com um motor elétrico e reforça a aposta da Toyota na eletrificação e na economia de utilização.

O Toyota C-HR é o único no seu segmento que disponibiliza tecnologia híbrida.

O foco está na eficiência e consequentes baixas emissões — apenas 86 g/km e 3,8 l/100 km —, mas também é capaz de garantir prestações mais que adequadas ao dia a dia. O grupo motriz híbrido é composto por dois motores: um térmico e outro elétrico.

Como funciona o sistema híbrido do C-HR?
"Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma" disse Lavoisier. O sistema híbrido da Toyota respeita o mesmo principio, recuperando a energia das travagens para auxiliar o motor térmico nos momentos em que necessita de oferecer maior rendimento. Resultado? Emissões e consumos mais baixos. Graças a esta tecnologia o C-HR pode percorrer curtas distâncias em modo 100% elétrico ou desligar o motor de combustão em velocidade de cruzeiro.

O motor térmico é um quatro cilindros em linha com 1.8 litros de capacidade, que opera de acordo com o eficiente ciclo Atkinson — com 40% de eficiência, esta tecnologia está no topo da eficiência para motores a gasolina —, debitando 98 cv às 5200 rpm. O motor elétrico debita 72 cv e 163 Nm de binário instantâneo. A potência combinada entre os dois motores é de 122 cv e a transmissão às rodas dianteiras faz-se através de uma caixa CVT (transmissão de variação contínua) controlada eletronicamente.

Mais equipamento. Mais comodidade

Mesmo na versão de acesso — Comfort — podemos contar com uma lista de equipamento extensa. Destacamos alguns dos itens presentes: jantes em liga leve de 17″, sensor de luz e chuva, volante e manípulo da caixa de velocidades em pele, ar condicionado automático dual zone, Sistema multimédia Toyota Touch® 2, Bluetooth®, Cruise Control Adaptativo e câmara traseira.

Toyota C-HR Toyota
Toyota C-HR

Ainda de série, o Toyota C-HR também vem munido dos principais equipamentos de segurança — conseguiu uma classificação de cinco estrelas nos testes Euro NCAP —, como o sistema de pré-colisão com deteção de peões, aviso de saída de faixa de rodagem com assistência na direção, sistema de reconhecimento de sinais de trânsito e luzes de máximos com controlo automático.

A versão Exclusive, mais rica e só disponível no Hybrid, já vem com jantes de 18″, linha de cintura nas portas em cromado, vidros escurecidos, painel de instrumentos superior castanho escuro, purificador de ar NanoeTM, bancos em pele parcial, bancos dianteiros aquecidos.

Bancos em pele parcial, Sensores de estacionamento, Smart Entry & Start.

O nível de equipamento de topo é o Lounge e acrescenta teto preto, portas dianteiras com iluminação azul, óticas traseiras em LED e jantes em liga leve de 18" maquinadas.

Opcionalmente estão disponíveis diversos packs de equipamento, focando no estilo e conforto:

  • Pack Style (para o Comfort) — Linha de cintura nas portas em cromado, vidros escurecidos, tejadilho preto, bancos dianteiros aquecidos e jantes em liga leve 18” em preto matte;
  • Pack Luxury — faróis LED com efeito light guide e nivelamento automático, óticas traseiras e faróis de nevoeiro em LED sistema de navegação Go, conexão wi-fi, reconhecimento de voz, alerta de ângulo morto e deteção traseira de aproximação de veículos (RCTA).

QUERO CONFIGURAR O MEU TOYOTA C-HR

Quanto custa?

Os preços do Toyota C-HR iniciam-se nos 26 450 euros para o 1.2 Comfort e terminam nos 36 090 euros do Hybrid Lounge. A gama:

  • 1.2 Comfort — 26 450 euros
  • 1.2 Comfort + Pack Style — 28 965 euros
  • Hybrid Comfort — 28 870 euros
  • Hybrid Comfort + Pack Style — 31 185 euros
  • Hybrid Exclusive — 32 340 euros
  • Hybrid Exclusive + Pack Luxury  — 33 870 euros
  • Hybrid Lounge — 36 090 euros

Até ao final de julho está a decorrer uma campanha para o Toyota C-HR Hybrid Comfort, onde por 230 euros por mês (TAEG: 5,92%) é possível ter um Toyota C-HR Hybrid. Conhece todas as condições de financiamento neste link.

Este conteúdo é patrocinado porToyota

Mais artigos em Branded Content

Os mais vistos