Porsche «esmaga» recorde do Nordschleife. Assiste ao onboard!

A Porsche bateu hoje o mítico recorde no Nürburgring Nordschleife, com o Porsche 919 Hybrid Evo pilotado por Timo Barnhard. O anterior recorde, fixado por Stefan Bellof ao volante de um Porsche 956C, caiu ao fim de 35 anos.

O Porsche 919 Hybrid, protótipo com que a marca alemã dominou o Campeonato do Mundo de Resistência (WEC) nos últimos anos, entrou para a reforma um ano mais cedo. Em vez de alinha com este protótipo no último ano da categoria LMP1, a Porsche decidiu extremar as suas especificações técnicas e andar com ele, de circuito em circuito, a bater recordes.

É talvez o recorde mais impressionante estabelecido pelo 919 Hybrid Evo, depois de ter repetido a façanha também em Spa. Assiste ao onboard no vídeo em destaque. A próxima tentativa de recorde será na rampa do Festival de Goodwood.

Timo Bernhard retirou quase um minuto ao recorde anterior, com o seu Porsche 919 Hybrid Evo, colocando a fasquia nos 5m19.546s. O recorde anterior pertencia ao Porsche 956C conduzido pelo malogrado piloto Stefan Bellof em 1983, que cravou o cronómetro nos 6m11.130s.

Este recorde vale tanto quanto o de Stefan Bellof?

Além da evolução natural da tecnologia nestes 35 anos, há um gigante pormenor que distingue o recorde alcançado por Stefan Bellof daquele que Timo Bernhard estabeleceu hoje.

Porsche 956C.

O recorde de Stefan Bellof foi estabelecido nos treinos de qualificação dos 1000 Km de Nurburgring de 1983, com 6m11.13s. Trata-se de um feito alcançado em competição, respeitando os regulamentos da categoria na época (Grupo C). Para os mais puristas, o recorde do Porsche 919 Hybrid Evo é apenas uma manobra de marketing.

Seja de que forma for, não deixa de ser um feito técnico impressionante. Agora o tempo a bater é este: 5m19.546s. Até daqui a 35 anos?

Porsche 919 Hybrid Evo
Timo Benrnhard.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos