Segurança Rodoviária

Governo pondera usar helicópteros no combate ao excesso de velocidade

O secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, pondera recorrer aos helicópteros da proteção civil para controlar a velocidade nas estradas.

Segundo números provisórios da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, em 2017 morreram 509 pessoas nas estradas portuguesas — 54% destas fatalidades ocorreram dentro de localidades. Comparando com 2016 ocorreram mais 64 mortes em 2017, e os feridos graves aumentaram de 2102 para 2181.

Face a estes números, o Governo pondera vir a usar helicópteros da Proteção Civil ou drones para fazer controlo de velocidade nas estradas, admitindo também instalar mais radares e inibir o sinal de telemóvel ao volante.

É uma das soluções seguidas em Espanha e França e há a possibilidade de também cá termos esse modelo

José Artur Neves, Secretário de Estado da Proteção Civil

A tutela estuda também, nas palavras do Secretário de Estado da Proteção Civil, “aplicações com as operadoras para diminuir o uso de telemóvel”, incluindo “inibições de sinais” com respostas automáticas para chamadas recebidas que indicam que “o condutor está ao volante e não pode atender a chamada”. Assim se pretende evitar “um dos principais fatores de acidentes, as colisões e despistes que resultam, não da estrada, mas do uso do telemóvel. Outra das soluções em cima da mesa é a redução do limite de velocidade para 30 km/h em alguns locais.

RELACIONADO: Mais vale prevenir… vê a lista de radares para janeiro de 2018

Sabes responder a esta?
Os compressores volumétricos são:
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Compressor volumétrico. Como funciona?
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

Compressor volumétrico. Como funciona?

Mais artigos em Notícias