Desporto motorizado

Fórmula 1 vai deixar de ter «grid girls» esta temporada

A Liberty Media, entidade responsável pelo Campeonato do Mundo de Fórmula 1 anunciou o fim das grid girls, com efeitos já para esta temporada. A decisão também é para outras categorias que tenham provas no mesmo fim de semana.

Num comunicado emitido esta quarta-feira, a Fórmula 1 anunciou que não haverá mais grid girls — modelos profissionais, também conhecidas por umbrella girls — nos Grandes Prémios da temporada 2018.

A prática de empregar “grid girls” tem sido uma tradição da F1 há décadas. Entendemos que essa prática já não faz parte dos valores da marca e é questionável à luz das normas sociais modernas. Não acreditamos que a prática seja apropriada ou relevante para a F1 e para os seus adeptos, sejam eles novos ou velhos, em todo o mundo.

Sean Bratches, diretor de marketing da F1

A medida, que é extensível a todos os eventos satélites que ocorrem durante os GP’s, entra em vigor já no GP da Austrália, o primeiro da temporada de 2018.

Esta medida faz parte de um extenso pacote de mudanças realizadas pela Liberty Media, desde que assumiu o comando da categoria, em 2017. Desde então a forma de comunicar a modalidade sofreu inúmeras mudanças (importância das redes sociais, comunicação com os fãs, etc).

Grid girl ou «rapariga da grelha».

De acordo com o diretor de marketing da F1, Sean Bratches, o recurso às grid girls “já não faz parte dos valores da marca, além de ser questionável face às normas sociais modernas”.

Estás de acordo com esta decisão? Deixa-nos o teu voto aqui:

 

Sabes responder a esta?
Qual é o piloto de F1 que vai correr este ano no WEC?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Fernando Alonso quer a tripla coroa e assina pela Toyota

Mais artigos em Notícias