Desporto Motorizado

Fórmula 1. O regresso da Alfa Romeo é já em 2018

Após mais de 30 anos afastada, a Alfa Romeo regressa à Fórmula 1. Alfa Romeo Sauber F1 Team é o nome da nova equipa e estará em ação no campeonato de 2018.

Alfa Romeo Sauber F1 Team é o nome oficial da nova equipa que marca o regresso da marca italiana à Fórmula 1. A Alfa Romeo e a equipa suiça Sauber estabeleceram uma parceria comercial e técnica com o intuito de participar no Campeonato do Mundo de Fórmula 1 já na próxima temporada, em 2018.

O âmbito da parceria refere uma cooperação estratégica, comercial e tecnológica em todas as áreas de desenvolvimento, onde se inclui o acesso às competências e pessoal técnico pertencentes à engenharia da marca italiana.

A partir de 2018 já poderemos ver os monolugares da Sauber com nova decoração, que integrará as cores e o logótipo da Alfa Romeo.

Este acordo com a Sauber F1 Team é um passo significativo no remodelar da Alfa Romeo, que regressará à Fórmula 1 após uma ausência de mais de 30 anos. Uma marca histórica que ajudou a fazer a história da modalidade juntar-se-á aos outros construtores que participam na Fórmula 1.

Sergio Marchionne, diretor executivo da FCA

Logótipo Alfa Romeo, motor Ferrari

A Sauber tem recorrido a motores Ferrari desde 2010. Esta nova parceria com a marca do “scudetto”, não significa, tecnicamente, o fim dos motores Ferrari. Previsivelmente, os motores Alfa Romeo serão, efetivamente, motores fornecidos pela Ferrari.Sauber C36

Sauber C36

A Alfa Romeo na Fórmula 1

A Alfa Romeo, apesar da ausência de mais de 30 anos, tem um passado rico na modalidade. Ainda antes da Fórmula 1 se chamar Fórmula 1, a Alfa Romeo já era a campeã indisputada no campeonato mundial de Grand Prix. Em 1925, o GP Tipo 2 dominou o primeiro campeonato mundial.

A marca italiana esteve presente na Fórmula 1 entre 1950 e 1988, fosse como construtor, fosse como fornecedor de motores. A Alfa Romeo garantiu dois títulos de pilotos em 1950 e 1951, com Nino Farina e um tal de Juan Manuel Fangio como pilotos. Entre 1961 e 1979 forneceu motores a diversas equipas, regressando como construtor em 1979, conseguindo em 1983 a sua melhor classificação com um 6º lugar no campeonato de construtores.

Após a aquisição da marca pela Fiat, a Alfa Romeo abandonaria a Fórmula 1 em 1985. O seu regresso, como Alfa Romeo Sauber F1 Team, fica marcado para 2018.

Alfa Romeo 159
Alfa Romeo 159 (1951)

 

Mais artigos em Notícias