Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

À terceira é de vez? Ford Ecosport recebe nova atualização

O Ford Ecosport recebe novo conjunto de atualizações, incluíndo novas motorizações. Objectivo: vingar, finalmente, na Europa.

O Ford Ecosport não tem tido uma vida fácil na Europa. Desenvolvido ao abrigo da estratégia One Ford, o Ecosport foi desenvolvido no Brasil e é produzido em diversos locais como a Índia e a Tailândia, e otimizado considerando esse tipo de mercados. A sua chegada à Europa coincidiu com a “explosão” de vendas do segmento. Seria impossível dar errado, certo? Errado.

Criticado por estar abaixo das exigências do consumidor europeu e até do que era expectável de um Ford, o Ecosport revelou-se ineficaz em ombrear com os líderes do segmento, fosse nos comparativos, fosse nas tabelas de vendas. Entre os seus rivais contam-se o ex-líder Nissan Juke, o atual líder Renault Captur, passando por outros modelos de grande sucesso como o Opel Mokka ou o Peugeot 2008.

Ford Ecosport

A Ford foi rápida a agir e dois anos após ter sido introduzido no mercado, recebeu um conjunto de alterações que permitiu corrigir alguns dos pontos menos positivos do modelo.

As vendas melhoraram, mas mesmo assim não foi o suficiente. Comparando com outros modelos da marca americana, que costumam estar entre os mais vendidos do seu segmento, o Ford Ecosport continua a não ter argumentos para uma concorrência desenvolvida e focada no mercado europeu.

A derradeira ofensiva

Mas a Ford não desiste. O Ecosport recebe a sua maior atualização até à data, coincidindo com a chegada a mais ou menos metade do seu ciclo de vida. O facelift vê o pequeno SUV ganhar uma nova frente – novos para-choques, faróis e grelha -, e um novo para choques traseiro. Recebe também um novo conjunto de jantes de 17 e 18 polegadas, novas cores e pela primeira vez a possibilidade de ter carroçarias de dois tons.

Novidades debaixo do capot

Além de uma carroçaria revista nas suas extremidades, o Ecosport passa a receber os préstimos de uma nova unidade a Diesel que recebeu o nome EcoBlue: um 1.5 com 125 cv e 300 Nm, capaz de consumos médios oficiais de 4,5 l/100 e emissões de CO2 de 119 g/km. Juntar-se-á ao outro 1.5 TDCI com 100 cv e ambos são acoplados a uma nova caixa manual de seis velocidades.

Quanto aos motores a gasolina, ficará a cargo do conhecido 1.0 EcoBoost com versões de 125 e 140 cv, à qual se juntará em 2018 uma nova variante de 100 cv. Todos eles também recorrem a uma caixa manual de seis velocidades, com a opção de uma caixa automática de seis velocidades para o Ecoboost de 125 cv.

Ao contrário de outras propostas, além das duas rodas motrizes, o Ford Ecosport também disponibiliza tração às quatro rodas, com um sistema apelidado de Ford Intelligent All Wheel Drive.

Interior mais refinado

O interior foi também alvo de atenção por parte da Ford. Agora passa a ser revestido com novos materiais – mais suaves -, tem novos bancos e ganha uma nova consola central, com menos botões. O sistema de infoentretenimento SYNC 3 compatível com Apple Car Play e Android Auto passa a fazer parte do Ford Ecosport. O SYNC 3 é acessível através de um ecrã tátil que pode vir com diversas dimensões, dependendo da versão: 4,2″, 6,5″ e 8″.

O Ford Ecosport também recebe novos equipamentos como um sistema de som da B&O, cruise control ou câmara traseira. No capítulo da segurança, o Ford Ecosport ganha novos airbags laterais e de cortina.

Também pela primeira vez recebe uma versão ST-Line, de espírito mais desportivo. Destaca-se pelos pára-choques de desenho exclusivo, assim como pela presença de saias laterais e carroçaria bicolor. No interior vem com um volante com fundo plano em pele, assim como o manípulo da caixa de velocidades e travão de mão. Os bancos também são parcialmente revestidos em pele e vem com pedais de desenho desportivo em aço inoxidável.

Melhorámos a qualidade, tecnologia e versatilidade do novo Ford Ecosport para entregar mais confiança e controlo que os clientes dos SUV compactos querem. Os condutores sentir-se-ão mais confortáveis e seguros do que sempre atrás do volante.

Gary Boes, Diretor da linha de automóveis B globais

Todas as alterações efetuadas serão suficientes para colocar o Ford Ecosport mais perto dos seus rivais, tanto ao nível de produto como vendas? Veremos. O Ecosport “europeu” será produzido na Roménia, nas instalações da Ford em Craiova.

O novo Ford Ecosport estará no Salão de Frankfurt e tem comercialização prevista mais para o final do ano.

RELACIONADO: Salão de Frankfurt 2017. O guia completo

Mais artigos em Notícias