Fuel Cell

Hyundai apresenta SUV fuel cell e reforça aposta nos elétricos

A Hyundai mantém a aposta nas fuel cell ao apresentar novo protótipo que estreia nova geração do sistema e antecipa modelo de produção.

A Hyundai não é estranha aos automóveis fuel cell – faz parte do seu portefólio o ix35 Fuel Cell. E é uma aposta para continuar, revelando agora um novo protótipo que estreia a próxima geração da tecnologia. A marca coreana foi a primeira a ter introduzido no mercado um veículo de produção em série a hidrogénio, disponibilizando-os desde 2013. Atualmente vende veículos fuel cell em cerca de 18 países.

O novo protótipo – para já sem nome -, verá a sua versão de produção ser apresentada no início do próximo ano no CES (Consumer Electronics Show), em Las Vegas, EUA.

Tal como o ix35, assume o formato SUV e surge com muitas novidades no plano visual, derivadas do futurista FE Concept e também das propostas mais recentes da marca como o Kauai. Nomeadamente a separação das óticas dianteiras em dois níveis, com as luzes diurnas no topo e os médios e máximos numa posição inferior.

Hyundai Fuel Cell SUV

Apesar de assumir os contornos de um SUV, a Hyundai dedicou especial atenção à otimização aerodinâmica. Tal pode ser observado nos manípulos das portas à face da carroçaria, na cortina de ar e no túnel de ar no pilar D. Também o design das jantes foi otimizado com o objectivo de reduzir o atrito.

Mais eficiência, mais performance

Quanto ao sistema fuel cell, agora na sua 4ª geração, vê a sua eficiência incrementada em cerca de 9%, subindo dos 55.3 para os 60%. A autonomia do novo modelo, por carga, é cerca de 800 km (ciclo NEDC). Também comparando com o sistema anterior do ix35, a potência sobe de 136 para 163 cavalos, garantindo performances superiores.

Além da superior eficiência e performance, o sistema vê as suas capacidades de arranque a frio melhoradas, agora capaz de lidar com temperaturas de 30º negativos Celsius. Também passam a existir três depósitos de hidrogénio de igual tamanho em vez de dois de tamanhos distintos do ix35. Os depósitos são agora mais leves e esta nova geração do sistema viu os custos de produção serem reduzidos.

Protótipo antecipa futuro eletrificado

A apresentação da 4ª geração do seu sistema fuel cell é apenas uma das faces visíveis da estratégia da marca e do grupo para um futuro com menos ou sem emissões. Até 2020 o grupo Hyundai pretende colocar no mercado cerca de 31 modelos de baixas emissões, distribuídos pela Hyundai, Kia e a recentemente criada Genesis, a sua marca premium.

Um vislumbre dessa estratégia pode ser observado no Ioniq que apresenta três versões eletrificadas – híbrido, híbrido plug in e 100% elétrico. Ou seja, no futuro a marca compromete-se a ter uma gama de veículos com grupos motrizes diversos: híbrido, elétrico e fuel cell.

Destaca-se já no primeiro semestre de 2018 a chegada de uma versão 100% elétrica do Kauai, que terá uma autonomia de 390 km. A Genesis, por outro lado, apresentará em 2021 também uma proposta elétrica, e uma segunda chegará após essa data, com uma autonomia de 500 km. Prevê-se que uma dessas propostas possa ser um rival do Tesla Model S.

Com o objectivo de ter elétricos de longo alcance, a Hyundai também confirmou os rumores de que está a desenvolver uma plataforma dedicada exclusivamente a este tipo de propulsão.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos

Pub