Apresentação

Honda Jazz ganha motor VTEC atmosférico de 130 cv

O Honda Jazz, o mais pequeno modelo da marca japonesa na Europa, vai ser atualizado e entre as novidades recebe uma nova motorização.

A terceira geração do Honda Jazz já conta com três anos no mercado, pelo que a marca decidiu refrescar o seu utilitário. E fê-lo da melhor forma: melhorando o estilo (discutível) e o motor. A sua apresentação pública será já no próximo mês, no Salão de Frankfurt.

Tratando-se de uma atualização, ou facelift, as principais características do modelo mantêm-se. Nomeadamente o seu espaço e versatilidade referenciais no segmento. Mas existem novidades.

E a principal é mesmo a introdução do motor a gasolina de 1.5 litros e 130 cv já conhecido do Honda HR-V. Podendo ser associado a uma caixa de velocidades manual ou automática do tipo CVT, com esta última opção, apresenta consumos de 5.4 l/100 km e emissões de 124 g de CO2/km. A motorização 1.3 de 102 cv, também a gasolina, mantém-se na gama.

Distinguir o novo Honda Jazz do anterior não será tão fácil à primeira vista, já que as alterações não são muito profundas. Apesar de ter ganho na frente novos para-choques – de desenho mais agressivo -, e um novo conjunto grelha e óticas, alinhando-o melhor com a restante gama Honda. A traseira também recebe novos para-choques – que abandonam aquelas entradas de ar «falsas» de gosto discutível que pareciam ter sido inspiradas no… Lamborghini Aventador. De notar também a adição de uma nova cor: o Azul Skyride.

Honda Jazz
CLÁSSICOS: Não estão a ver mal. É mesmo um Honda

A nova motorização vem acompanhada de uma versão Dynamic, que acentua o aspeto desportivo do Jazz. Assim por fora podemos reparar nos faróis de LED e de nevoeiro, no difusor triplo traseiro, no apontamento cromático a vermelho tanto à frente como atrás, saias laterais, spoiler traseiro e jantes de 16″ em preto brilhante. Por dentro, esta versão distingue-se pelos estofos específicos, volante e punho da caixa de velocidades com costuras laranja.

Entre outros equipamentos, o novo Honda Jazz conta de série com cruise-control, bancos dianteiros aquecidos, faróis automáticos e sistema de travagem automática em cidade. Os níveis de equipamento superiores acrescentam o sistema Honda Connect com ecrã de 7″, câmara de estacionamento traseira e sistema de acesso e arranque sem chave.

No que toca a equipamentos de segurança o novo Jazz pode trazer avisadores de colisão frontal, saída de faixa e de saída de estrada, e sistema de reconhecimento de sinalização de trânsito.

Mais artigos em Notícias