Mercado

Mercedes-Benz Classe S «abandonou» a linha de produção sozinho

Todos os dias, saem cerca de duas centenas de veículos da unidade de Sindelfingen, na Alemanha. Mas, ao contrário deste S 560 4MATIC, nenhum deles o fez de forma autónoma.

Telemóveis que se carregam sem fios, drones que atingem mais de 400 metros de altitude, carros que saem sozinhos das linhas de produção… Estamos definitivamente em 2017.

Apresentado em abril no Salão de Shanghai, o Mercedes-Benz Classe S começou hoje a ser produzido na fábrica da Mercedes-Benz em Sindelfingen, na Alemanha. Além de estrear um novo motor V8 biturbo de 4.0 litros, um sistema elétrico de 48 volts e um novo design – conhece as novidades aqui – o Mercedes-Benz Classe S tem também o privilégio de inaugurar algumas das novas tecnologias de condução semi-autónoma da marca.

RELACIONADO Nova família de motores Mercedes-AMG chega em 2018

E foram precisamente essas novas funcionalidades que a Mercedes-Benz escolheu para assinalar o início da produção do novo Classe S. Um Mercedes-Benz S 560 4MATIC percorreu autonomamente os 1.5 km que separam o fim da linha de produção da área de carregamento, dentro da própria fábrica Sindelfingen.

Equipado com hardware adicional (que não integra as versões de produção), o Classe S foi capaz de cumprir o trajeto sem percalços, nem condutor – e apenas Markus Schäfer, membro do conselho de administração da Mercedes-Benz, sentado no banco do passageiro da frente.

Esta viagem autónoma da linha desde a produção até à área de carregamento do Mercedes-Benz Classe S mostra como é que iremos aplicar os sistemas de assistência à condução nos próximos modelos de produção. [...] Quem sabe, num futuro não tão distante, a Mercedes-Benz encontrará forma de levar o carro de forma autónoma até ao seu novo proprietário.

Markus Schäfer, membro do conselho de administração da Mercedes-Benz

Graças a um conjunto de sistemas de assistência – a que marca alemã chama de Intelligent Drive – o novo Mercedes-Benz Classe S será capaz de se manter na mesma faixa de rodagem graças a dois sistemas: um sensor que deteta as estruturas paralelas à estrada, como os rails de proteção, e através da leitura das trajetórias do veículo da frente. O Classe S será também capaz de identificar o limite de velocidade da estrada ou curvas apertadas/cruzamentos, e ajustar a velocidade automaticamente.

O lançamento do Mercedes-Benz Classe S para os mercados europeus deverá acontecer este outono.

Sabes responder a esta?
Onde é que fica a nova mega-fábrica de baterias da Mercedes-Benz?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Tudo sobre a nova mega-fábrica de baterias da Mercedes-Benz

Mais artigos em Notícias