Elétricos

Carregar veículos elétricos na rede pública vai deixar de ser gratuito

As tarifas para a rede de carregamento pública serão anunciadas na próxima semana, e entram em vigor já no final deste mês.

Já se sabia que o carregamento de veículo elétricos em Portugal iria deixar de ser gratuito em meados deste ano, mas agora é oficial. A partir do dia 31 de julho, a utilização dos postos de carregamento para viaturas elétricas vai passar a ser paga.

De acordo com a gestora da rede de mobilidade elétrica, a MOBI.E, as tarifas a praticar serão reveladas no dia 17 de julho, data em que serão também conhecidas as propostas dos operadores, no site da MOBI.E.

VEJAM TAMBÉM: Volvo. Modelos lançados a partir de 2019 vão ter um motor elétrico

Utilizadores têm de escolher operador

Para carregar o veículo elétrico nos Postos de Carregamento Rápido (PCR) da MOBI.E os utilizadores devem ter um acordo comercial com um operador (detentor de registo de Comercialização de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica). O contrato permite continuar a carregar o veículo em qualquer posto de carregamento de acesso público, independentemente do operador.

A MOBI.E justifica a decisão com a necessidade de criar condições para a expansão e modernização do serviço:

Esta alteração decorre em paralelo à atualização tecnológica dos postos de carregamento normal que se encontra em curso, com o aumento da potência dos 100 postos de carregamento mais utilizados, que se iniciará em agosto, e com a expansão da rede a todos os concelhos de Portugal Continental, que se iniciará após o verão.

Mais artigos em Notícias