Antevisão

Será assim o BMW M2 CS que todos esperamos?

A produção do BMW M2 CS ainda não foi confirmada. Mas devia BMW, devia...

Para aqueles que acham que as versões M Performance não são suficientemente «radicais», a BMW tem as versões CS.

A título de exemplo, face à versão M mais «normal», o BMW M4 CS debita 460 cv de potência (+30 cv) e cumpre os 0-100 km/h em apenas 3,9 segundos (menos 0,4 segundos). Além de adotar outras modificações, com foco na dinâmica – suspensões desportivas, redução de peso, enfim… a receita do costume.

O resultado final é sempre o mesmo. Sensações intensas e calafrios em doses industriais, seja em estrada ou em circuito (preferencialmente em circuito).

Como será o BMW M2 CS?

A BWM ainda não confirmou a produção do M2 CS, mas é bom que o façam – e sim… podem ler esta frase com tom ameaçador. O mundo precisa de uma versão «hardcore» do M2. Porquê? Por todos os motivos e mais alguns. Além do mais, «potência a mais» é um conceito que não existe, e esta geração do M2 é previsivelmente a última com tração traseira.

Tendo em consideração o BMW M2 «normal» (365 cv, 4,0 segundos dos 0-100km/h e 262 kmh de v/máx) o BMW M2 CS tem tudo para ser uma máquina memorável. Há rumores que apontam inclusivamente para a adoção do motor do M3/M4 no M2 CS numa configuração com cerca de 400 cv de potência – para não deixar os irmãos mais velhos em «maus lençois». Olhando ao exemplo do BMW M4 CS, o BMW M2 CS deverá ter uma produção limitada às 3.000 unidades.

Em termos estéticos, espera-se um look mais impactante, com a frente a ganhar entradas de ar de maiores dimensões, jantes exclusivas, cavas das rodas mais proeminentes e um interior com elementos alusivos a esta versão. A imagem que acompanha este artigo é meramente ilustrativa e foi publicada pela Cars.co.za.

Sabes responder a esta?
Qual será o «maior» motor que BMW Série 8 irá adoptar?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

BMW Série 8. O «regresso» 18 anos depois

Mais artigos em Notícias