Lançamento

Volkswagen e-Golf e Golf GTE já disponíveis em Portugal

Já tínhamos dado a conhecer o renovado Volkswagen Golf. A atualização estende-se agora ao e-Golf e Golf GTE, já disponíveis no mercado português.

Chegam ao mercado os renovados e-Golf e Golf GTE. Tal como a restante gama Golf, recebem ligeiras atualizações estéticas, com o foco na dianteira. A versão elétrica e híbrida, no entanto, destaca-se ainda mais dos restantes Golf, já que as luzes diurnas assumem uma assinatura lumínica em “C”, exclusiva das versões híbridas e elétricas da marca alemã.

No interior ambas as propostas trazem de série o Discover Pro, o novo sistema de infoentretenimento, constituído por um ecrã de 9.2 polegadas, com controlo gestual. Em opção podem receber o digital Active Info Display, o painel de instrumentos totalmente digital. Pela primeira vez, em opção, o Golf GTE pode vir com o assistente para filas de trânsito (Traffic Jam Assist), com condução semiautomática até 60 km/h.

Mais autonomia e performance para o e-Golf

O aumento da capacidade das baterias de iões de lítio de 24.2 kWh para 35.8 kWh permitiu aumentar a autonomia de 190 para 300 km (ciclo NEDC). Segundo a Volkswagen, deverá corresponder, em condições reais, a uns confortáveis 200 km, que poderão variar dependendo do estilo de condução, uso de ar condicionado, entre outros parâmetros.

O e-Golf ganhou não só autonomia como também potência e rapidez. São mais 20 cv de potência e 20 Nm de binário, totalizando 136 cv e 290 Nm respectivamente. A aceleração dos 0-100 km/h reduziu-se em 0.8 segundos, para os 9.6 segundos, e a velocidade máxima, ainda que limitada, aumenta 10 km/h, sendo agora de 150 km/h. O aumento da performance não significou um aumento de consumo, com o e-Golf a consumir 12,7 kWh/100 km.

2017 Volkswagen e-Golf

Golf GTE, com estratégia híbrida proactiva

O Volkswagen Golf GTE mantém as suas principais características. Combina um propulsor 1.4 TSI de 150 cavalos com um elétrico de 102 cv, resultando numa potência máxima combinada de 204 cv. A componente elétrica, que inclui um conjunto de baterias de 8,7 kWh colocado sob o piso da bagageira, permite uma autonomia máxima de até 50 km (ciclo NEDC).

A grande novidade passa por um modo de condução que recorre ao sistema de navegação e ao GPS que determina qual o propulsor ou propulsores mais adequados a usar, dependendo do trajeto. Por exemplo, a 100km/h, numa estrada nacional, a primazia é dada ao propulsor TSI. Mas se aproximarmos-nos de uma cidade, o sistema híbrido plug-in dará primazia ao motor elétrico.

2017 Volkswagen Golf GTE

O preço do Volkswagen Golf GTE começa nos 44 691 euros e do e-Golf nos 40 461 euros, ambos já se encontram disponíveis.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos