Querida, «estraguei» o Rolls-Royce…

Este Rolls-Royce Silver Shadow não é o tipico Rolls-Royce. E a culpa é da Prindiville.

Como transformar um modelo de luxo digno da garagem de um aristocrata britânico numa berlina que mais parece saída de um jogo de street racing? Lição número 1: entregá-lo aos britânicos da Prindiville.

O Silver Shadow foi, não só o primeiro Rolls-Royce com chassis monocoque, como também o Rolls-Royce com maior volume de produção de sempre. Ao todo, entre 1965 e 1980 saíram da fábrica de Crewe pouco mais de 30 mil unidades.

Talvez por isso a Prindiville tenha aproveitado um desses exemplares, registado no ano de 1979, para fazer uma experiência no mínimo radical. As imagens falam por si:

Rolls-Royce Silver Shadow - Prindiville

Este modelo está equipado com o motor V8 de 6.75 litros da Rolls-Royce, acoplado a uma transmissão automática.

A NÃO PERDER: Primeiro SUV da Rolls-Royce já começa a ganhar forma

Na lista de modificações incluem-se o sistema de travagem traseiro hidráulico, nova suspensão, reprogramação da centralina, arcos das rodas mais pronunciados, vidros fumados, interiores em pele de tons vermelhos e a carroçaria em preto mate. Gostos não se discutem…

O carro participou no programa Supercar Megabuild da National Geographic, no ano passado. Agora, este Rolls-Royce Silver Shadow está à venda no Reino Unido pela «módica» quantia de 99 995 libras, cerca de 118 mil euros.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos