Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Video

Besta indomável. Um Peugeot 106 com 500 cavalos e apenas tração à frente.

Será a tração sobrevalorizada? O piloto aos comandos deste Peugeot 106 cheio de anabolizantes poderá ser a pessoa indicada para responder a essa questão.

Se no passado dizia-se que um tração à frente não conseguia lidar com mais de 250 cavalos, hoje em dia, temos mega-hatch com mais de 300 cavalos. E são capazes de conquistar o Nürburgring, de forma controlada e eficaz, apenas com o eixo dianteiro motriz. Até parece ser fácil…

Mas o que dizer disto? Parece tratar-se de um Peugeot 106 Maxi Kit Car, a versão de competição do pequeno utilitário francês, que participou em inúmeros ralis no final do século passado. Esse modelo recorria a um motor 1.6 atmosférico de 180 cavalos e pesava apenas 900 quilos.

Mas o Peugeot 106 presente neste vídeo, adiciona um turbo ao motor 1.6, resultando em 500 cavalos e numa máquina cuspidora de fogo. O eixo dianteiro simplesmente não consegue lidar com tantos cavalos. Não há autoblocante que aguente.

A NÃO PERDER: A Razão Automóvel precisa de ti

Podemos ver a dificuldade do piloto em colocar todos os cavalos no chão, numa batalha constante com o volante, mesmo pisando de «mansinho» o acelerador. O vídeo começa aos dois minutos, onde já podemos ver o trabalho do piloto na tentativa de domínio da máquina.

Mais para o final, existem cenas exteriores, onde é possível verificar a dificuldade de manter o carro a apontar na direcção certa, mesmo em linha recta. E as labaredas são épicas.

Mais artigos em Notícias