Fim da linha para a Lancia.

A Lancia acaba de cessar operações em diversos mercados europeus. Para já, mantém-se a aposta no mercado italiano.

Desde que Sergio Marchionne, CEO do Grupo FCA, anunciou o fim da icónica marca italiana em todos os mercados (excepto em Itália), em 2014, que a Lancia tem permanecido num processo de morte lenta. Um processo que conheceu recentemente um novo capítulo.

Vários websites da marca por toda a Europa – incluindo o português – têm vindo a ser desactivados ao longo das últimas semanas e remetem apenas para o serviços pós-venda e para as restantes marcas do grupo através da seguinte mensagem:

Embora (ainda) não tenha sido divulgado um comunicado oficial, a Lancia mantém a comercialização do utilitário Ypsilon apenas no mercado italiano, onde para já o website oficial se mantém ativo – resta saber por quanto tempo.

Apesar dos rumores de interesse de outros grupos na marca, Marchionne tem afastado a hipóteses de vender a Lancia, preferindo deixar o futuro da marca em stand-by. A confirmar-se o desaparecimento da marca, para trás fica um legado recheado de conquistas no desporto automóvel e o design característico e intemporal de uma marca que durante anos a fio gozou de enorme prestígio a nível mundial. Recorda a história da Lancia com estes dois documentários.

Fonte: RWP

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos

Pub