Novo Golf

Sistema de condução semiautónoma do novo Volkswagen Golf. Como funciona?

Parece ficção científica, mas não é. O novo Volkswagen Golf (geração 7.5) é o primeiro Golf da história com tecnologia de condução semiautónoma.

Mais inteligente do que nunca. Pela primeira vez na história, o Volkswagen Golf é capaz de conduzir de forma semiautónoma. Uma funcionalidade que só é possível graças a um complexo conjunto de sistemas eletrónicos, composto por câmaras e radares de última geração.

Além de facilitar a vida ao condutor, este sistema reduz o risco de acidente e melhora a qualidade de vida a bordo.

Conduzir é uma tarefa complexa

O cérebro humano é um dos órgãos mais complexos da natureza. Quando conduzimos, o nosso cérebro desempenha inúmeras funções de forma automática. Graças a este «piloto automático» controlamos a distância, a velocidade, prevemos comportamentos, direcionamos as rodas, travamos, aceleramos… tudo isto em centésimas de segundo e sem pensarmos nisso.

RELACIONADO: Volkswagen Golf. As principais novidades da geração 7.5

Estas tarefas que executamos com naturalidade e que radicam no ato de conduzir, são de uma enorme complexidade. Interferem com a direção, com o sistema de travagem, com o motor, com a caixa de velocidades, com a estrada e com todo o meio envolvente.

O novo Volkswagen Golf estreia um conjunto de tecnologias capazes de desempenharem todas estas funções e conduzirem o modelo de forma semiautónoma. Algo que só é possível graças ao recurso a avançados algoritmos e sistemas de captação de dados. Vamos conhecê-los.

Como funciona o sistema de condução semiautónoma?

Como podem ver na seguinte imagem interativa, o novo Volkswagen Golf está equipado com um radar de última geração e com uma câmara de leitura de faixas e sinais de trânsito.

São estes sistemas que recolhem o grosso da informação que o cérebro eletrónico do Golf necessita para conduzir de forma semiautonóma até aos 60 km/h.

A câmara montada no para-brisas é responsável pela leitura das faixas de rodagem e dos sinais de trânsito. Em caso de necessidade, esta câmara dá ordem ao «cérebro» do Golf para corrigir automaticamente a trajetória (Lane Assist) através da direção assistida eletronicamente.

O radar montado no símbolo da marca (uma das novidades desta geração 7.5) é responsável pela leitura do trânsito à distância. Este sistema analisa a velocidade do veículo da frente (se existir) e mantém automaticamente a distância de segurança, travando e acelerando de forma automática (ACC – Cruise Controlo Adaptativo). Caso o veículo da frente trave de forma evasiva, o Golf é capaz de imobilizar-se automaticamente.

O radar dianteiro do Volkswagen Golf é responsável por mantê-lo a uma distância segura (ordenada pelo condutor) do veículo da frente. Enquanto que a câmara dianteira é responsável por controlar as marcações da estrada e por manter o carro centrado na sua faixa.

É a conjugação destes dois sistemas (Lane Assist + ACC – Cruise Control Adaptativo), que permite ao Volkswagen Golf conduzir de forma semiautónoma até aos 60 km/h. Um sistema que fará as delícias daqueles que sofrem diariamente com o trânsito urbano.

Há mais sistemas de segurança ativa no Golf

Os sistemas de segurança ativa do novo Volkswagen Golf não se esgotam no Lane Assist e no ACC – que como vimos permitem ao modelo alemão conduzir de forma semiautónoma até aos 60 km/h.

Os sistemas de segurança ativa são assim designados porque atuam de forma “ativa” na prevenção de acidentes.

Nas próximas linhas vamos explicar para que servem e como funcionam os restantes sistemas de segurança ativa presentes no Golf. Começamos por um dos mais conhecidos…

Anti-bloqueio de travagem (ABS) – Destina-se a garantir que as rodas do veículo não bloqueiam numa travagem de emergência. A grande vantagem deste sistema é permitir que o condutor mantenha o controlo sobre a direção do carro, desviando-se do obstáculo que tem diante de si.

RELACIONADO: As três personalidades do novo Volkswagen Golf Variant

Assistência à travagem (BAS) – Este sistema aumenta a pressão da travagem em situações de emergência. Estudos comprovam que os condutores menos experientes, em caso de emergência, não usam a capacidade máxima de travagem dos seus carros. Este prepara o sistema de travagem para a máxima performance, independentemente da pressão inicial exercida pelo condutor. Quando este sistema é ativado, os piscas são ligados de forma automática para avisar os restantes condutores da redução brusca de velocidade.

Automatic Post-Collision Breaking System – Este sistema mantém o sistema de travagem ativo após um acidente. O objetivo é garantir a rápida imobilização do veículo em caso de perda de consciência do condutor.

Blind Spot Monitor (BSM) – Este sistema deteta a presença de outros veículos nos ângulos mortos e emite um sinal luminoso nos espelhos.

Distribuição da força de travagem (EBD) – Este sistema faz distribuição da força de travagem pelas rodas, em função da tração disponível e da carga transportada. O objetivo é maximizar a eficácia da travagem.

Sistema de controlo de tração com bloqueio de diferencial eletrónico (TCS / XDS+) – Estes dois sistemas são capazes, em conjunto, de detetar se as rodas motrizes estão a derrapar e transmitem automaticamente o binário do motor à roda com mais tração. Se o binário disponível for superior à capacidade de tração do Volkswagen Golf, estes sistemas cortam a entrega de binário do motor. Este sistema facilita a progressão do veículo em pisos com fraca aderência.

Controlo Eletrónico de Estabilidade (ESP) – Este sistema utiliza os sensores do ABS e do TCS para corrigir a trajetória do Golf e evitar despistes ou derrapagens em curva. Ao detetar um diferencial de velocidade entre os dois eixos, o ESP atua individualmente nos travões de cada roda para corrigir a trajetória.

Auto Hold – É uma ajuda preciosa nos modelos com caixa manual, uma vez que facilita o «ponto de embraiagem» em planos inclinados. Na prática este sistema impede que o carro descaia quando o pedal de travão é libertado durante cerca de dois segundos.

Conhece todos os detalhes, preços e especificações do novo Volkswagen Golf aqui:

Este conteúdo é patrocinado porVolkswagen

Mais artigos em Branded Content