Invasão SUV

Alfa Romeo, a marca dos… SUV?!

O que virá a seguir aos já conhecidos representantes da nova Alfa Romeo? Talvez não seja o que estávamos à espera.

O Giulia e o Stelvio são os principais cartões de visita da nova Alfa Romeo. Uma aposta clara no segmento premium e, igualmente, em modelos de alcance global. Mas parece ser cada vez mais uma incógnita quais os futuros modelos que farão companhia aos atuais, com as constantes alterações aos planos anunciados.

Já aqui reportámos que não deverá haver sucessores para o MiTo nem para o Giulietta. Porquê? Tratam-se de modelos pertencentes a segmentos onde o mercado europeu é o único que apresenta condições viáveis para prosperarem.

O objectivo da Alfa Romeo é ser uma marca premium global. Isso implica o desenvolvimento de modelos que sejam vendáveis em todos os mercados. Destacam-se, entre outros, a América do Norte e a China.

Alfa Romeo Stelvio

Os recursos da marca italiana, atualmente limitados, obrigam a decisões bastante ponderadas sobre os próximos modelos.

Já sabem onde é que isto vai parar…

Se existe um tipo de veículo que parece conhecer sucesso em todo o mundo é os SUV.

A própria Alfa Romeo já se estreou nos SUV com o Stelvio. Mas não será o único. Novos rumores reforçam que estava correcto o que vimos no último plano da marca. Os futuros modelos serão SUV.

Conhecida historicamente pelos seus desportivos e modelos de forte apelo estético, dinâmica e performance, no final desta década o tipo de carro mais comum na gama da marca italiana deverão ser SUV.

A marca acrescentará dois novos SUV à sua gama, posicionados acima e abaixo do Stelvio. Talvez de maior interesse para o mercado europeu será a proposta para o segmento C. O Giulietta poderá não ter sucessor, mas o seu lugar no segmento deverá ser preenchido por SUV, ou melhor, um crossover. Ou seja, um modelo nos moldes do Mercedes-Benz GLA ou do futuro BMW X2.

O segundo SUV será maior que o Stelvio e terá em modelos como o BMW X5/X6 os seus principais rivais. É de prever que ambos derivem da plataforma Giorgio, a mesma que equipa o Stelvio e o Giulia. Apesar de dúvidas persistirem sobre o recurso desta base para a proposta mais compacta.

Alfa Romeo, também uma marca de SUV

SUV’s, SUV’s e mais SUV’s… Também a Alfa, para se manter relevante, tem de abraçar esta nova forma de existência. E dado o sucesso aparentemente infalível dos SUV, que não só trazem vendas como superior rentabilidade, a Alfa Romeo tem, quase como obrigação, de seguir este caminho.

Basta ver o exemplo da Porsche, ou de forma mais recente, a Jaguar. Esta última já tem no F-Pace, rival do Stelvio, o seu modelo mais vendido e mais lucrativo. É algo a que Alfa Romeo não pode ficar indiferente.

Sabes responder a esta?
Qual foi o tempo conseguido pelo Alfa Romeo Giulia Q no Nürburgring?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Alfa Romeo Giulia Quadrifoglio, o novo rei do Nürburgring

Pub