Dicas

6 dicas da Ford para evitar os enjoos no carro

O novo estudo realizado pela Ford debruça-se sobre os enjoos nos automóveis em movimento, e a forma como os podemos evitar.

Duas em cada três pessoas já sofreram de enjoos no carro. De acordo com o estudo da Ford, esta condição é mais prevalente nos passageiros, especialmente nas crianças e adolescentes, e é agravado no para-arranca no trânsito, estradas sinuosas e principalmente quando se viaja nos bancos traseiros.

Bocejar e transpirar são os primeiros sinais de alerta desta situação, e ocorrem quando o cérebro recebe informações desconexas da visão e do órgão responsável pelo equilíbrio, localizado no ouvido.

Os bebés não enjoam no carro, estes sintomas só ocorrem quando começamos a andar. Os animais de estimação também são afetados, e incrivelmente até o peixe dourado sofre de enjoos, um fenómeno observado pelos marinheiros.

ford. enjoos no carro

Nos testes coordenados pelo holandês Jelte Bos, especialista em perceção de movimento, verificou-se que caso as janelas permitam um campo de visão mais alargado, de ambos os lados da estrada, os voluntários têm menor propensão a enjoar.

CRÓNICA: Tens orgulho no teu carro?

Neste sentido, Jelte Bos sugere alguns cuidados a ter para diminuir os sintomas de enjoo:

  • Nos lugares traseiros é preferível sentar no banco do meio, para visualizar a estrada, ou preferencialmente viajar nos bancos da frente;
  • Optar por uma condução mais suave e sempre que possível evitar travagens bruscas, acelerações fortes e buracos no pavimento;
  • Distrair os passageiros – cantar uma canção em família pode ajudar;
  • Beber refrigerantes, ou comer biscoitos de gengibre, mas evitar café;
  • Usar uma almofada ou um suporte de pescoço para manter a cabeça o mais imóvel possível;
  • Ligar o ar condicionado para que circule ar fresco.

Mais artigos em Autopédia