Porsche 917K com as cores da Gulf à venda

Um Porsche 917K com as lendárias cores da Gulf vai a leilão. A história de uma máquina que em tempos pertenceu a Miguel Pais do Amaral, empresário e gentleman driver português.

Os «Sport Protótipos» continuam a ser das máquinas mais desejadas do planeta, e entre os mais desejados destaca-se o Porsche 917.

Uma máquina que cresceu em insanidade a cada evolução, tornando-se num dos mais potentes carros de competição da história do desporto motorizado. Numa das suas últimas iterações, para o campeonato Can-Am, o Porsche 917 chegou a debitar 1500 cv de potência em qualificação e 1100 cv em corrida!

Porsche 917K 004 frente 3/4

O exemplar que vos trazemos foi um dos primeiros 917 a serem construídos. Este exemplar em concreto alinhou apenas em duas corridas, os 1000 km de Nürburgring em 1969 (terminou em 8ª lugar) e os 1000 km de Brands Hatch em 1970.

Já a prova inglesa não correu tão bem. Em Brands Hatch o 917K foi abalroado por um Ferrari 512S, e apesar dos danos não terem sido extensos, o seu chassis foi substituído.

A NÃO PERDER: Especial. As grandes novidades do Salão de Genebra 2017

Este exemplar acabaria por ser vendido em 1975 a Alan Hamilton, importador da Porsche na Austrália e colecionador de automóveis de competição. Só em 2004 é que este modelo voltou a entrar no circuito comercial, através da Fiskens of Kensington. A sua aquisição foi muito disputada, mas no final o Porsche 917K acabou mesmo por vir parar a este cantinho à beira mar plantado.

Sim, isso mesmo. Foi um português que comprou este exemplar.

Porsche 917K - traseira 3/4

Adquirido por Miguel Pais do Amaral, conhecido empresário português durante a semana, gentleman driver aos fins de semana (e pelos vistos amante de automóveis a tempo inteiro…), este Porsche 917K não ficou muito tempo parado, tendo alinhado em diversas provas graças ao piloto luso.

Em 2008, Miguel Paes do Amaral iniciou um processo de restauro exaustivo ao 917K, enviando-o para a Califórnia, sob a supervisão de Kerry Morse, historiador da Porsche. Um restauro a este nível nunca é um processo linear e sofreu uma série de atrasos.

Nova reviravolta em 2011. Kerry Morse estabeleceu um acordo com Bruce Canepa para comprar o carro. A intenção de Canepa era o de restaurar o carro com as cores da Gulf, tal como se encontrava em 1970, na prova de Brands Hatch. O processo prolongar-se-ia por mais dois anos.

Porsche 917K motor

O objetivo seria de executar o restauro mais preciso até hoje efetuado num Porsche 917, como podemos observar. Disponível para venda na James Edition o preço não é no entanto público. Estima-se que o valor deste exemplar possa ascender a mais de 10 milhões de dólares.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos

Pub